9 Maio 2024, Quinta-feira

- PUB -
Operação eléctrica na ligação fluvial do Seixal arranca em Abril

Operação eléctrica na ligação fluvial do Seixal arranca em Abril

Operação eléctrica na ligação fluvial do Seixal arranca em Abril

Os navios “Garça-Vermelha” e o “Flamingo-Rosa” já chegaram e vão fazer vistorias técnicas. A seguir juntam-se ao Leader “Cegonha-Branca”

A Transtejo Soflusa (TTSL) prevê iniciar a operação eléctrica na ligação fluvial do Seixal no final de Abril. O segundo e o terceiro navios da nova frota 100% eléctrica da TTSL, o “Garça-Vermelha” e o “Flamingo-Rosa” chegaram este fim-de-semana a Lisboa.

Durante as próximas semanas os dois navios “vão cumprir com o plano de vistorias técnicas, por parte da DGRM – Direcção-Geral de Recursos Naturais, Segurança e Serviços Marítimos, de modo a seguir-se o processo de certificação, em que se destaca a emissão do título de propriedade e do certificado de navegabilidade”, refere a empresa responsável pelo transporte fluvial de passageiros na travessia do Tejo.

Ainda segundo a TTSL, a construção dos restantes sete navios que vão reforçar a frota “decorre conforme planeado, prevendo-se a entrega do quarto navio já no final de Março”.

Entretanto, “está em curso a formação das tripulações”, bem como a “execução da empreitada respeitante às estações de carregamento, nos terminais das ligações fluviais que irão receber a operação 100% eléctrica – Seixal, Cais do Sodré, Cacilhas e Montijo”.

O “Garça-Vermelha” e o “Flamingo-Rosa” viajaram desde o Porto de Avilès, em Espanha, tendo o navio de transporte dos dois navios chegado ao Porto de Lisboa, na noite de 26 de Janeiro.

A operação de descarregamento dos navios foi realizada, “com sucesso”, permitindo aos dois novos elementos da frota eléctrica juntar-se ao navio Leader “Cegonha-Branca”, nas instalações da empresa, em Cacilhas, onde efectuaram a respectiva ligação a terra para carregamento de energia, sob acompanhamento de equipas técnicas especializadas.

Depois do Seixal, a 15 de Outubro de 2023, se ter tornado pioneiro deste processo, este domingo, 28 de Janeiro, o Cais do Sodré tornou-se o segundo terminal fluvial a receber uma Torre Zinus, destinada ao carregamento rápido dos novos navios. O Terminal fluvial do Montijo será o próximo a receber uma Torre Zinus.

Partilhe esta notícia
- PUB -

Notícias Relacionadas

- PUB -
- PUB -