20 Maio 2024, Segunda-feira

- PUB -
Jovem encontrado morto com facadas no peito na Amora

Jovem encontrado morto com facadas no peito na Amora

Jovem encontrado morto com facadas no peito na Amora

Vítima e agressor terão estado juntos num café a cerca de um quilómetro do local do crime

 

Um jovem com 20 anos foi encontrado morto na rua na madrugada desta terça-feira no Seixal. A vítima, Fábio Veríssimo, foi encontrada prostrada no chão na via pública na Amora, Seixal, por uma patrulha da PSP que fazia uma ronda no local. A PJ de Setúbal investiga o crime e terá já identificado o suspeito, um jovem com idade entre os 20 e 25 anos de ascendência cabo-verdiana. Vítima e agressor terão estado juntos num café a cerca de um quilómetro do local do crime, mas não foi possível perceber ou se houve algum desentendimento que levasse a este desfecho.

- PUB -

O alerta para a descoberta foi dado perto da uma hora da madrugada. Uma patrulha da PSP que passava na Rua da Cordoaria, na Amora, perto da Estrada Nacional 10, deparou-se com o jovem prostrado no chão em frente a um estabelecimento comercial, que estava fechado.

Fábio Veríssimo estava inconsciente e apresentava vários ferimentos de arma branca no peito. Os agentes ainda tentaram manobras de reanimação, de acordo com o transmitido via 112, até à chegada dos bombeiros, mas o jovem nunca recuperou a consciência, avançou fonte oficial da PSP.

Os bombeiros voluntários de Cacilhas acorreram ao local e continuaram as manobras de reanimação, mas o óbito acabou por ser declarado no local pela equipa da viatura médica de emergência e reanimação (vmer) do Hospital Garcia de Orta, para onde o corpo viria a ser transportado.

- PUB -

A vítima encontrava-se sozinha no local quando a PSP a encontrou. Vítima e agressor estiveram juntos num café a cerca de um quilómetro do local do crime horas antes do crime. Na manhã de ontem, no referido café, Belissimus, ninguém sabia do que tinha acontecido. Aqui não houve qualquer conflito na noite anterior entre os clientes que lá se encontravam e que este encerrou portas perto da meia-noite, como costume. Vizinhos e clientes também nada viram. Também durante a manhã de ontem, a PJ não esteve no local.

Desconhecem-se as motivações do crime e a Polícia Judiciária de Setúbal vai agora investigar o homicídio de Fábio Veríssimo. Os inspectores querem perceber se o crime foi cometido no local onde o corpo foi encontrado ou noutro espaço e depois deixado ali. O suspeito está em fuga e estará já identificado pelas autoridades.

Partilhe esta notícia
- PUB -

Notícias Relacionadas

- PUB -
- PUB -