23 Maio 2024, Quinta-feira

- PUB -
Homem mata vizinho com 15 facadas em casa no Seixal

Homem mata vizinho com 15 facadas em casa no Seixal

Homem mata vizinho com 15 facadas em casa no Seixal

A vítima foi atacada na casa do agressor quando lá se dirigiu para tirar satisfações sobre queixas feitas contra ele pelo vizinho no posto da GNR por furtos

Um homem de 68 anos matou o vizinho, de 24 anos, em Fernão Ferro, no concelho do Seixal, após uma discussão. A vítima, Bernardo Pereira, foi atacada na casa do agressor quando lá se dirigiu para tirar satisfações sobre queixas feitas contra ele pelo vizinho no posto da GNR por furtos.

- PUB -

Os dois discutiram em casa e Bernardo foi atingida com 15 facadas no peito e abdómen na cozinha da habitação. Acabou por falecer no local.

O suspeito foi detido no local pela GNR de Fernão Ferro e ficou em prisão preventiva por homicídio qualificado. A Polícia Judiciária de Setúbal vai investigar o crime.

O homicídio ocorreu na tarde de sexta-feira na Rua Ferrer Trindade, em Fernão Ferro. A principal linha de investigação sobre a origem do crime prende-se por quezílias entre vizinhos que culminaram na morte da vítima, Bernardo Pereira, 24 anos, em casa do agressor com 15 facadas.

- PUB -

A vítima teria o hábito de entrar na casa do vizinho para levar a cabo furtos. O homem de 68 anos queixou-se à GNR e foi na sequência dessas queixas em que Bernardo foi identificado que a vítima decidiu ir tirar satisfações. Os dois discutiram na cozinha e o morador pegou numa faca de cozinha para esfaquear o vizinho. Os dois estavam sozinhos em casa na altura do crime.

O alerta foi dado via 112 às 18h40 por vizinhos que inicialmente deram conta de desacatos ocorridos na casa do agressor. Depois novo telefonema dava conta de que havia um morto.

Ao local acorreram militares do Posto da GNR de Fernão Ferro, que encontraram o suspeito no local do crime. O homem de 68 anos não ofereceu resistência e foi detido pela GNR. Foi mais tarde presente o Tribunal do Seixal para aplicação de medidas de coacção e viu o juiz aplicar a medida mais severa, prisão preventiva.

- PUB -

A vítima, Bernardo Pereira, encontrava-se em paragem cardio-respiratória e acabou por falecer no local, apesar das manobras de reanimação realizadas pelos bombeiros. O óbito foi declarado no local e o corpo foi transportado para o Instituto de Medicina Legal para ser submetido a autópsia.

 

Partilhe esta notícia
- PUB -

Notícias Relacionadas

- PUB -
- PUB -