23 Maio 2024, Quinta-feira

- PUB -
Câmara do Seixal avança com concurso público para o futuro Parque Urbano de Corroios

Câmara do Seixal avança com concurso público para o futuro Parque Urbano de Corroios

Câmara do Seixal avança com concurso público para o futuro Parque Urbano de Corroios

Este espaço, que terá dois espelhos de água, vai ocupar 1,69 hectares e implica um montante de 1,2 milhões de euros

A abertura do concurso público para a construção do futuro Parque Urbano de Corroios foi aprovada pelo executivo municipal, e implica um investimento camarário na ordem de 1,2 milhões de euros.

- PUB -

Segundo adianta a autarquia, entre as mais-valias deste equipamento, este ficará dotado de “dois espelhos de água que irão ocupar uma área total de 1,69 hectares. O preço-base da obra tem o valor de 1 198 298,11 euros, seguindo-se agora a fase de adjudicação.

Frisa o presidente da Câmara Municipal do Seixal, Paulo Silva, que com o Parque Urbano de Corroios a autarquia “pretende consolidar, nesse território, um espelho de água dotado de recirculação de água e tratamento das margens, que privilegie o usufruto dos utilizadores e que crie um espaço harmonizado de estadia, de equilíbrio ambiental e em que se possa beneficiar do seu enchimento através das águas da precipitação. No fundo, será criado um ecossistema que funcionará como atracção de lazer para a população, ao mesmo tempo, que contribuirá para a regulação e minimização do impacto de períodos de intensa precipitação”.

Ainda no quadro dos grandes investimentos previstos para o concelho, a autarquia destaca, em nota de Imprensa, também a aprovação, em reunião de câmara, da adjudicação da empreitada de remodelação do sistema de abastecimento de água de Belverde, “pelo valor de 2 664 291,29 euros”. Um investimento que “demonstra, uma vez mais, que a gestão pública do sistema de abastecimento de água, pela Câmara Municipal, é aquela que melhor serve a população do ponto de vista da qualidade da água, bem como do preço praticado à população”.

- PUB -

Concelho vai ter praias fluviais com águas balneares

Na mesma reunião pública, o executivo municipal aprovou a assinatura de um protocolo com a Administração do Porto de Lisboa que “visa regular a gestão, pelo município, das praias dos Pinheirinhos, do Seixal, da Ponta dos Corvos, dos Barcos e da Velha, sendo cedida à câmara, a título gratuito, a gestão e exploração desses espaços”.

Através deste protocolo a autarquia “ficará com a possibilidade de explorar turisticamente a zona da Baía do Seixal, criando novos produtos turísticos e aproveitando, dessa forma, todo o potencial que é reconhecido para aquela zona”.

- PUB -

Avança Paulo Silva que, através deste acordo com a Administração do Porto de Lisboa, fica aberto o caminho para que, “brevemente, estas praias possam vir a ser identificadas como águas balneares interiores ou qualificadas como praias de banhos de águas fluviais e lacustres, legitimando a sua fruição pelos banhistas e deixando de ser consideradas águas não identificadas como balneares”.

Executivo municipal aprova primeira revisão às Grandes Opções do Plano e Orçamento

Na mesma reunião de câmara foi aprovada a primeira revisão às Grandes Opções do Plano e Orçamento para 2024, “resultando numa incorporação do saldo de gerência da execução orçamental e no aumento das transferências do Estado para o município, na ordem dos 20,4 milhões de euros, decorrentes do previsto no Orçamento do Estado para 2024”, refere a autarquia.

Esta verba adicional “permitirá à autarquia fazer face ao aumento da despesa em áreas específicas, tais como a taxa de gestão de resíduos e a tarifa de entrega de resíduos urbanos, assim como à necessidade de efectuar ajustamentos à rubrica de despesa, garantindo dotação suficiente para aumentar o investimento público nas áreas da educação, desporto, cultura, ambiente e sustentabilidade.

 

Partilhe esta notícia
- PUB -

Notícias Relacionadas

- PUB -
- PUB -