23 Maio 2024, Quinta-feira

- PUB -
Ameaçou polícias com tiro durante fuga após roubar tabaco em pastelaria

Ameaçou polícias com tiro durante fuga após roubar tabaco em pastelaria

Ameaçou polícias com tiro durante fuga após roubar tabaco em pastelaria

Assalto ocorreu na Cova da Piedade e o suspeito, acompanhado de um cúmplice, foi surpreendido pela PSP quando estava no estabelecimento

 

Um homem de 38 anos foi detido em Almada pela PSP na madrugada desta segunda-feira após ter arrombado uma pastelaria para roubar tabaco e dinheiro. Na fuga apeada, por cerca de 400 metros, o suspeito ameaçou que dava um tiro nos agentes da PSP que o perseguiam. Estes tiveram de realizar um tiro de advertência para o ar.

- PUB -

O assalto ocorreu na Praça Comandante José Braz, na Cova da Piedade e o suspeito, acompanhado de um cúmplice, foi surpreendido pela PSP quando ainda estava dentro do estabelecimento a roubar tabaco. Os dois partiram o vidro da entrada e entraram. O barulho fez com que vizinhos alertassem a PSP, que tinha uma patrulha perto do local e cujos agentes acorreram imediatamente ao estabelecimento alvo do assalto, surpreendendo os dois assaltantes.

Um dos suspeitos, que estava no exterior, alertou o que estava no interior. Os dois fugiram, um para cada lado com dois sacos com bens roubados do interior da pastelaria. Os agentes da PSP perseguiram um dos suspeitos que durante a fuga se virou para estes, colocou a mão na cintura e ameaçou que lhes dava um tiro. O suspeito queria dar a entender que estava armado e que podia alvejar os polícias. Disse mesmo que “os furava”.

Durante a fuga, o homem de 38 anos, que é referenciado por assaltos a estabelecimentos comerciais, largou um saco que continha bens roubados de dentro da pastelaria. O saco tinha 131 maços de tabaco, de valor superior a 600 euros, e ainda dinheiro.

- PUB -

Perante a ameaça de disparos com arma de fogo, um dos agentes da PSP viu-se obrigado a retirar a sua arma de fogo e realizou um disparo para o ar, como advertência e para parar o suspeito. A perseguição durou cerca de 400 metros até que o suspeito caiu de umas escadas, sendo aí imobilizado pelos agentes da PSP. Não tinha arma de fogo e foi detido pelo furto. O suspeito foi notificado para se apresentar a tribunal para aplicação de medidas de coacção.

Partilhe esta notícia
- PUB -

Notícias Relacionadas

- PUB -
- PUB -