9 Dezembro 2022, Sexta-feira
- PUB -
InícioLocalSetúbalCâmara Municipal vai actualizar “em breve” apoio anual à delegação de Setúbal...

Câmara Municipal vai actualizar “em breve” apoio anual à delegação de Setúbal para 122 mil euros

Revelação foi feita pelo presidente da autarquia, André Martins, nas comemorações do 107.º aniversário da instituição

 

- PUB -

A Câmara Municipal prepara-se para actualizar “muito em breve”, para 122 mil e 400 euros, o apoio financeiro atribuído anualmente à delegação de Setúbal da Cruz Vermelha Portuguesa, instituição que “presta valioso serviço ao dispositivo municipal de protecção civil”.

A revelação foi feita por André Martins na sessão solene comemorativa do 107.º aniversário da delegação, realizada na segunda-feira, durante a qual o autarca enalteceu o trabalho desenvolvido por uma instituição que “há mais de cem anos, orientada por elevados e nobres ideais, se dedica a ajudar os outros”.

“Podem sempre contar connosco. Vamos muito em breve actualizar financeiramente o protocolo de colaboração que nos une e que garante a colaboração da Cruz Vermelha no Centro Municipal de Operações de Socorro”, adiantou o edil.

- PUB -

Através do referido protocolo, “e da cooperação que garante, a Cruz Vermelha presta valioso serviço ao dispositivo municipal de protecção civil, garantindo a prestação do socorro com a máxima qualidade na nossa cidade”, explicou.

A partir do Auditório Bocage, André Martins frisou que valoriza “intensamente” o que “a delegação setubalense dá” ao município, quer ao nível da protecção e socorro à população, quer “pelo trabalho social que desenvolve junto dos mais necessitados e pelas actividades que mantém em áreas como a emergência social, crianças e seniores, migrações, igualdade de género ou prevenção da violência”.

“Acreditamos que estamos alinhados com os princípios que orientam esta instituição”, acrescentou o autarca, antes de ser distinguido com uma medalha de benemerência, atribuída pela presidente da Cruz Vermelha Portuguesa, Ana Jorge, em reconhecimento do apoio dado pela autarquia à delegação, “em especial no período pandémico”.

- PUB -

Delegação “apoia-se no voluntariado para cumprir objectivos”

Já o presidente da comissão administrativa da delegação de Setúbal, Paulo Reis, recordou “a coragem e a ousadia dos que fundaram a instituição”, que “para cumprir os seus objectivos apoia-se no voluntariado”.

Em seguida, destacou “a capacidade de resposta que a delegação deu no âmbito do combate à covid-19”, nomeadamente “o espírito de entreajuda, resiliência, camaradagem e entrega” que os profissionais demonstraram ter.

“Se trabalharmos em cooperação e entreajuda então, apesar das dificuldades que surgirão, estamos certos de que cumpriremos a missão e conseguiremos levar a nau a bom-porto”, salientou.

Enquanto isso, a presidente da Cruz Vermelha Portuguesa, disse gostar de “estar a celebrar os 107 anos da delegação”, tendo em conta que tem “uma ligação a Setúbal”. “Fui tarefeira no Hospital de Setúbal, fiz o serviço médico em Alcácer do Sal e depois trabalhei durante muitos anos em Almada”, relembrou.

Sobre a missão da Cruz Vermelha Portuguesa, Ana Jorge garantiu que a mesma passa por “cuidar de todos da mesma forma, independentemente das confissões religiosas, políticas ou outros”. “Essa é de facto a grande diferente. Fazemos um trabalho extenso e muito diversificado. Estamos presentes nas alturas que são importantes”.

Junta de São Sebastião e União das Freguesias distinguidas

No evento, a Junta de Freguesia de São Sebastião e a União das Freguesias de Setúbal foram igualmente agraciadas com uma medalha de benemerência, distinção recebida pelos presidentes das autarquias, Nuno Costa e Rui Canas, respectivamente.

Também o coronel Libânio Pontes Miquelina, que exerceu o cargo de dirigente da delegação sadina entre 1991 e 2011, foi homenageado, tendo apresentado “o mais sentido respeito e gratidão pelo momento”.

Reconhecido foi ainda António Camacho da Silva, que, aos 78 anos de idade, é “um dos mais antigos voluntários e membro activo da delegação”. Por tal dedicação, sendo reconhecido como “um exemplo para todos”, foi entregue ao socorrista a bandeira da Cruz Vermelha Portuguesa.

Antes de servido o moscatel de honra e cortado o bolo de aniversário, preparado pelos alunos do curso profissional de Restauração, Mesa e Bar da Escola Secundária D. Manuel Martins, foi entregue uma medalha de louvor da Cruz Vermelha Portuguesa a Isabel Machado, ex-presidente da comissão administrativa da delegação de Setúbal.

A distinção foi atribuída “pelo trabalho que desenvolveu na reorganização da delegação, bem como pela capacidade de dirigir e motivar a equipa, para responder de forma pronta e eficaz à situação pandémica”.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Militares da GNR raptados e agredidos na Costa da Caparica

Uma das vítimas sofreu ferimentos graves e está internada no Hospital Garcia de Orta. A PJ de Setúbal foi accionada e está a investigar o caso

Nova clínica da rede CUF abriu hoje portas no Montijo

Equipamento, construído de raiz, ocupa mais de 1 500 metros quadrados. Dá resposta a várias especialidades médicas e cirúrgicas

Primeira loja Lidl num campus universitário já abriu em Almada

Rede de supermercados alemã investe 10 milhões de euros no novo edifício situado no Monte da Caparica
- PUB -