29 Novembro 2022, Terça-feira
- PUB -
InícioLocalMontijoMutualistas comemoram data da união e debatem futuro na cidade montijense

Mutualistas comemoram data da união e debatem futuro na cidade montijense

Responsáveis da Segurança Social e presidente da SEDES, entre outros, vão debruçar-se sobre os novos desafios sociais

 

- PUB -

A Associação Portuguesa de Mutualidades (APM) escolheu este ano o Montijo para assinalar o Dia Nacional do Mutualismo, 25 de Outubro. Ao longo da próxima terça-feira, entre as 9h30 e as 17 horas, o Cinema Teatro Joaquim d’ Almeida servirá de palco à sessão comemorativa, subordinada ao tema “Novos desafios da protecção social em Portugal”, que integrará o lançamento de uma campanha dirigida ao público jovem.

Com o objectivo de debater “os desafios que actualmente se colocam ao sector da economia social” e “procurar soluções que promovam o crescimento e o fortalecimento do movimento mutualista”, a iniciativa vai juntar várias personalidades ligadas à área. Álvaro Beleza, presidente da SEDES, Luísa Malhó, que preside ao Centro Distrital de Setúbal da Segurança Social, e Catarina Marcelino, vice-presidente do Conselho de Administração do Instituto da Segurança Social, além de Nuno Canta, presidente da Câmara do Montijo, são alguns participantes confirmados.

A abertura do evento estará a cargo de Paula Roseira, presidente da APM-RedeMut, que, em declarações a O SETUBALENSE, explicou a escolha do Montijo para a realização das comemorações que são sempre descentralizadas.

- PUB -

“O objectivo é que as pessoas possam facilmente nesses territórios identificar as soluções que o movimento mutualista tem para colmatar um vasto conjunto de necessidades. Este ano, considerando que a nossa associada União Mutualista Nossa Senhora da Conceição celebra os seus 150 anos, decidimos que a comemoração do Dia Nacional do Mutualismo seria realizada no Montijo, inserida no âmbito das festividades dessa instituição”, disse.

Em agenda, na sessão de terça-feira, estará a reflexão perante um “contexto económico e geopolítico ímpar”. “Discutiremos os ‘novos desafios da protecção social em Portugal’, abordando os desafios da transformação digital e o impacto dessa transformação nos serviços de saúde e de apoio social das organizações da economia social, bem como as linhas de financiamento existentes no PRR e no PT2030”, resumiu a responsável, ao mesmo tempo que destacou a importância do Dia Nacional do Mutualismo.

“O 25 de Outubro é uma data histórica, pois assinala a vontade das associações mutualistas cooperarem entre si, desenvolvendo em conjunto projectos de inovação e modernização. O Dia Nacional do Mutualismo foi instituído com o objectivo de assinalar e valorizar o 1.º plenário de associações mutualistas, ocorrido em 25 de Outubro de 1975”, frisou, para reforçar que esse foi o ponto de partida das mutualistas – “após muitos anos de isolamento, sem qualquer espécie de cooperação entre si” – na criação de “condições de colaboração”, ficando conhecido como “a arrancada de Coimbra”.

- PUB -

Montepio do Montijo é exemplo

Paula Roseira dá nota bastante positiva à actuação das 22 mutualistas que integram a APM-RedeMut, pela missão que desempenham “de forma muito bem conseguida, pautando-se por princípios de sustentabilidade e transparência”. E ao vincar o trabalho desenvolvido – garante de acesso “a cuidados de saúde e previdência social aos associados e à população em geral”, além de “um conjunto de actividades de acção social e de promoção da qualidade de vida e da cidadania que fazem a diferença na vida de muitas pessoas” – aponta a mutualista do Montijo como um modelo a seguir.

“A União Mutualista Nossa Senhora da Conceição é um bom exemplo da prossecução desta missão. Fá-lo de forma exemplar há 150 anos”, considerou.

Quem não esconde regozijo pelo reconhecimento da APM é Pedro Santos, presidente do Conselho de Administração da União Mutualista Nossa Senhora da Conceição. “Ter na nossa terra personalidades de reconhecido mérito a discutir o futuro do mutualismo é motivo de orgulho para nós e, acreditamos, também para toda a comunidade montijense. Um orgulho que é acrescido pelo facto do Dia Nacional do Mutualismo se realizar no Montijo no momento em que comemoramos os 150 anos e por esta iniciativa fazer parte do nosso programa de comemorações”, salientou o responsável pela instituição, também conhecida localmente como Montepio.

Até porque, a opção da APM-RedeMut em realizar as comemorações no Montijo tem um peso que merece uma interpretação mais atenta de Pedro Santos. “Entendemos esse facto como uma valorização do papel da União Mutualista Nossa Senhora da Conceição na comunidade montijense desde há um século e meio, mas também como reconhecimento do esforço que esta equipa empreendeu para reestruturar e conseguir estabilizar a instituição, num momento em que esta corria sérios riscos de colapsar, devido a enormes dívidas herdadas e a uma gestão caótica que tornava a associação praticamente inoperante”, observou.

O presidente da mutualista do Montijo deitou ainda um olhar sobre a actualidade da instituição. “Todos os anos, durante os próximos 20, são fundamentais e de extrema exigência para a União Mutualista. Todos eles são anos em que esta instituição tem de cumprir com as obrigações impostas pelo PER, que ascendem a 500.000 euros anuais, para pagamento dos cerca de 10 milhões de euros de dívida herdada de uma administração anterior. Portanto, como este ano se afigura com resultados capazes de permitir cumprir com as obrigações, o balanço tem de ser positivo”, analisou, antes de concluir: “Através da reestruturação, a União Mutualista não só conseguiu manter em funcionamento todas as valências como tem vindo a alargá-las e a assumir novos desafios perante a comunidade.”

As comemorações do Dia Nacional do Mutualismo contam com o apoio da União Mutualista Nossa Senhora da Conceição e da Câmara Municipal do Montijo.

Participação Campanha para jovens vai ser lançada na sessão

Além do debate em torno do futuro do mutualismo, a sessão no Cinema Teatro Joaquim d’ Almeida vai servir também de rampa de lançamento a uma “campanha de apelo à participação dos jovens no movimento mutualista, que visa assinalar o ano europeu da juventude”, frisou Paula Roseira. Intitulada “Por um Mutualismo + Jovem”, a iniciativa “tem o objectivo de informar e sensibilizar para os valores da igualdade, da solidariedade, e do voluntariado”, explicou a responsável pela APM-RedeMut. Além disso, visa também “estimular o sentimento de pertença e de segurança, o sentimento de se ser ouvido e respeitado, para promover uma contribuição activa dos jovens na construção de uma sociedade mais inclusiva e mais cidadã”, juntou. Antes do lançamento da campanha está prevista uma visita à exposição da mutualista do Montijo, que se encontra patente na Biblioteca Municipal do Montijo.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Corpo do chefe dos Bombeiros Sapadores de Setúbal encontrado na Praia da Torre em Grândola

Identificação do corpo terá sido feita por familiares na morgue, onde será realizada a autópsia, não havendo, até ao momento, indícios de crime 

Cadáver de homem encontrado esta manhã na praia da Torre em Grândola

Corpo deu à costa no Carvalhal, havendo suspeitas de tratar-se de Manuel Arrábida, chefe dos Bombeiros Sapadores de Setúbal desaparecido há sete dias

Acidente na A2 junto a Palmela faz um morto e dois feridos ligeiros

Colisão entre dois veículos ligeiros ocorreu ao quilómetro 24.9 da Autoestrada 2. Vítima mortal tinha 42 anos
- PUB -