6 Outubro 2022, Quinta-feira
- PUB -
InícioLocalMontijoPresidente do Conselho Fiscal dos bombeiros do Montijo demite-se

Presidente do Conselho Fiscal dos bombeiros do Montijo demite-se [actualizada]

Debandada nos corpos sociais continua. Órgão ficou agora reduzido a dois elementos. Esta é a terceira demissão no espaço de três dias

 

- PUB -

É mais uma a juntar a várias outras demissões nos órgãos sociais da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários do Montijo. Depois das renúncias de dois elementos da direcção — apresentadas na terça-feira e que ficaram manchadas por agressões entre directores e também entre bombeiros —, agora foi a vez do presidente do Conselho Fiscal bater com a porta.

O SETUBALENSE confirmou que o até agora responsável pelo órgão entregou hoje a carta de demissão. O Conselho Fiscal, constituído por três elementos, ficou assim reduzido a dois, a exemplo do que já sucede com a Mesa da Assembleia Geral por iguais motivos.

O presidente demissionário, que havia sido inicialmente eleito como secretário, tinha assumido a nova função também em virtude da saída do seu antecessor.

- PUB -

Jorge Lopes, presidente da direcção da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários do Montijo, foi peremptório a comentar as renúncias nos órgãos sociais.

“Relativamente aos dois elementos que se demitiram da direcção é muito simples: só fica quem quer o bem da associação. Relativamente ao presidente do Conselho Fiscal, nós não cedemos a pressões, que têm a ver com favores”, disse a O SETUBALENSE.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Colisão contra portagens na A2 em Coina causa vítima mortal

Viatura bateu contra os pórticos das portagens e acabou por se incendiar

Primeira pedra de construção de empreendimento à beira-rio lançada no município do Barreiro

Novo espaço habitacional pretende atrair famílias locais e jovens a um preço razoável   O lançamento da primeira pedra de construção do novo empreendimento que vai nascer...

Acidente de trabalho com um reboque faz um morto e um ferido

Vitimas estavam a trabalhar debaixo da estrutura que lhes caiu em cima
- PUB -