1 Outubro 2022, Sábado
- PUB -
InícioÚltimasTranstejo com constrangimentos no serviço na tarde de quinta-feira

Transtejo com constrangimentos no serviço na tarde de quinta-feira

Plenário de trabalhadores da Transtejo obriga a interrupção do serviço regular em determinados períodos

 

- PUB -

A travessia fluvial no rio Tejo realizada pela Transtejo vai ter constrangimentos, na tarde de quinta-feira, nas ligações de Cacilhas, Montijo, Seixal e Trafaria, devido à realização de um plenário geral de trabalhadores, segundo a empresa.

De acordo com o aviso publicado no ‘site’ da Transtejo, está prevista a interrupção do serviço regular em determinados períodos.

O plenário convocado pela Federação dos Sindicatos de Transportes e Comunicações (Fectrans) decorrerá entre as 14:30 e as 17:30, no terminal fluvial do Cais do Sodré, para, segundo a estrutura sindical, decidir sobre a falta de respostas da administração da empresa e do Governo às suas reivindicações.

- PUB -

Na ligação entre Cacilhas, no concelho de Almada (Setúbal), e o Cais do Sodré, em Lisboa, as interrupções estão previstas entre as 14:20 e as 17:55.

No que respeita ao Montijo, a Transtejo informa que está programada uma interrupção entre as 13:30 e as 18:00, enquanto na travessia fluvial entre o Seixal e o Cais do Sodré a interrupção será entre as 13:00 e as 17:55.

Na ligação entre a Trafaria, Porto Brandão e Belém, a empresa prevê que não seja feita a carreira regular entre as 13:00 e as 18:30.

- PUB -

Em caso de paralisação do serviço regular, os terminais e estações são encerrados, nos períodos indicados, por questões de segurança.

A empresa aconselha os passageiros a consultar previamente o estado das ligações fluviais, em tempo real – “próximas partidas” -, disponível no ‘site’ da Transtejo (www.ttsl.pt) ou na aplicação TTSL.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Transportes em Setúbal: “Isto não está mau. Está péssimo!”

Reuniões com a população expõem drama de grandes dimensões contado em testemunhos trágico-cómicos

Alsa Todi não verá mais um cêntimo de Palmela se não cumprir o contrato

Município está indisponível para continuar a financiar o sistema e reclama à TML a aplicação de penalidades à operadora

Bombeira grávida de sete meses diz-se ‘injustamente dispensada’ de serviço

Autoridade para as Condições do Trabalho esteve no quartel da associação
- PUB -