30 Novembro 2022, Quarta-feira
- PUB -
InícioLocalPalmelaAndré Cabica: “A Festa das Vindimas em Palmela é a mais genuína...

André Cabica: “A Festa das Vindimas em Palmela é a mais genuína do país”

Com um orçamento a rondar os 300 mil euros, o presidente da direcção da Associação da Festa de Palmela espera uma Festa das Vindimas “a retomar a normalidade”

 

- PUB -

O evento mais esperado da região de Palmela regressa, após dois anos, ao seu programa habitual. A última edição da Festa das Vindimas aconteceu em 2020, num formato diferente devido à pandemia, onde grande parte das actividades se realizaram nos vários fins de semana de Setembro.

Em entrevista a O SETUBALENSE, André Cabica, presidente da Direcção da Associação das Festas de Palmela, diz estar à espera de um “regresso à normalidade” com um número de visitantes “muito semelhante” ao de 2019.

A festa das vindimas celebra o seu 59º aniversário. Que edição da Festa das Vindimas espera?

- PUB -

Este ano a Festa das Vindimas celebra os seus 59 anos e estamos perto dum número redondo, os 60 anos. Após dois anos de pandemia finalmente conseguimos retomar a normalidade das festas.

Tendo em conta a pandemia, a organização desta edição foi diferente?

Sim, completamente diferente em função daquilo que aconteceu nos dois últimos anos, onde existiram imensas limitações e onde fomos obrigados a adaptar o conceito da nossa festa. Este ano será diferente e vamos retomar aquilo que acontecia nos anos anteriores à pandemia.

- PUB -

Espera mais visitantes este ano do que na última edição antes da pandemia, em 2019?

A Festa das Vindimas por si só é um evento que recebe muitos visitantes, portanto é um número grande de pessoas que nos visita nos seis dias de festa. Creio que podemos contar com um número muito semelhante àquele que nos visitou em 2019, ou eventualmente, pelo que tem acontecido em todos outros eventos aqui da região, esse número de visitantes poderá aumentar.

Que novidades poderemos ter nesta edição?

Nós temos um conceito enraizado, já de há muitos anos a esta parte, que seguimos com algum rigor. No entanto, vão existindo pequenas alterações que estão relacionadas com a disposição do espaço, com a programação e com tudo aquilo que temos para oferecer a quem nos visita nestes dias.

O que destaca do programa?

Nós fazemos sempre uma aposta grande na programação, mas um dos maiores destaques acabam por ser os nossos parceiros que são os produtores de vinho da região. Paralelamente a isso, temos o cortejo, que é também um marco na Festa das Vindimas e que, passados dois anos, voltará a acontecer.

Qual é o orçamento para esta edição?

O nosso orçamento ronda os 300 mil euros.

A câmara anunciou um apoio de 75 mil euros. Como classifica o apoio das autarquias?

O apoio da câmara é de 55 mil euros. Os outros 20 mil são classificados como apoio logístico. Face ao orçamento global, apesar de ser um apoio importante, é pouco nos dias que correm, porque as coisas estão todas inflacionadas. Para conseguirmos alguma sustentabilidade a nível financeiro seria muito importante que este apoio pudesse ser
revisto.

Gostaria de acrescentar algo?

A festa das Vindimas em Palmela é a mais genuína do país. Existem pontos chave que fazem com que a festa seja especial e diferente. Destaco, para além dos nossos produtores e da programação, a gala da eleição da rainha que decorrerá no dia 31 de Agosto, quarta feira, e que antecede o início da festa. Temos também um momento muito importante que, desde já, deixo o convite para que possam assistir, que diz respeito à pisa da uva e à bênção do primeiro mosto, algo muito simbólico e característico do evento, que ocorre pela manhã do dia 4 de Setembro.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Jovem morre esfaqueado em cilada durante convívio 

Vitima, na casa dos 20 anos, era estudante e trabalhador na Autoeuropa

Corpo do chefe dos Bombeiros Sapadores de Setúbal encontrado na Praia da Torre em Grândola

Identificação do corpo terá sido feita por familiares na morgue, onde será realizada a autópsia, não havendo, até ao momento, indícios de crime 

Acidente na A2 junto a Palmela faz um morto e dois feridos ligeiros

Colisão entre dois veículos ligeiros ocorreu ao quilómetro 24.9 da Autoestrada 2. Vítima mortal tinha 42 anos
- PUB -