12 Agosto 2022, Sexta-feira
- PUB -
InícioLocalMontijoFestas Populares de São Pedro atraíram mais de 350 mil à cidade...

Festas Populares de São Pedro atraíram mais de 350 mil à cidade ao longo de sete dias

Vereador José Manuel Santos faz balanço “muito positivo” ao certame. “Só nos concertos tivemos 60 mil pessoas”, diz

 

- PUB -

Mais de 350 mil pessoas “passaram” pelo Montijo ao longo dos sete dias das Festas Populares em Honra de Sã Pedro, que encerraram na última segunda-feira com o habitual espectáculo de fogo-de-artifício e queima do batel, logo após a actuação de Dulce Pontes, na frente ribeirinha.

O número é avançado por José Manuel Santos, vereador com o pelouro da Cultura na Câmara Municipal do Montijo, que faz um balanço “extremamente positivo” à edição deste ano da principal festividade do concelho.

“Foi um sucesso. Depois de uma pausa de dois anos [devido à pandemia], o resultado foi o que esperávamos. Apesar das noites frias de quarta e quinta-feira, cumpriram-se todos os objectivos pretendidos. Ultrapassámos as 350 mil pessoas nos sete dias das festas”, disse o autarca, que realçou a afluência de público aos espectáculos de Matias Damásio, The Gift e Dulce Pontes. “Só nos três concertos tivemos mais de 60 mil pessoas na zona ribeirinha”, apontou. E a actuação do cantor angolano foi aquela que acabou por atrair mais gente. “Porque Matias Damásio foi logo o primeiro, na abertura das festas, e também porque vai ao encontro de um conjunto mais alargado de faixas etárias”, justificou.

- PUB -

This slideshow requires JavaScript.

Outro dos destaques das comemorações foi a realização das habituais procissões. “A Procissão por Mar foi a que registou crescimento de público face à ultima edição, quer pela hora convidativa a que se realizou, à tarde, quer pela quantidade de embarcações típicas do Tejo que reuniu, mais de 60, acabando por atrair milhares de pessoas”, sublinhou José Manuel Santos, para vincar outro pormenor sobre esta tradição de cariz religioso. “O catamarã que costuma participar no cortejo foi substituído por duas embarcações tradicionais do Tejo, que levaram cerca de uma centena de pessoas a acompanhar este ritual pelo rio.” Já a Procissão Nocturna em Honra de São Pedro, pelas principais artérias da cidade, “reuniu muita gente”, mas “menos do que na edição de 2019, já que a noite esteve fria”. Ainda assim, o desfile “juntou à volta de 15 mil pessoas”.

Tauromaquia em destaque

- PUB -

José Manuel Santos destacou também a vertente tauromáquica, tradicionalmente presente nos festejos, começando pelo conjunto das oito largadas de toiros que integraram o programa. “Decorreram com respeito pelo bem-estar animal e com condições de segurança reforçadas, apesar de haver a lamentar uma colhida grave. Todos os toiros foram apresentados embolados e sem que tivessem participado em qualquer largada anteriormente. Uns vieram puros do campo e outros tiveram apenas participação em corrida”, revelou.

A Corrida de São Pedro, realizada na Monumental Amadeu Augusto dos Santos, também “foi um espectáculo muito bem conseguido”, com o autarca a lembrar os triunfos de “Luís Rouxinol Jr., que arrebatou o prémio para a melhor lide a cavalo, e dos Forcados Amadores do Montijo, que conquistaram o troféu de melhor grupo em praça (somatório das pegas)”, diante dos grupos da Tertúlia Tauromáquica do Montijo e dos Amadores da Moita.

O vereador salientou ainda o Cortejo Marialva que “reuniu cerca de 70 participantes”, com “toda a gente trajada a rigor por imposição da Tertúlia de São Pedro”, que “conseguiu organizar muito bem evento”.

A terminar, José Manuel Santos enalteceu as inúmeras actividades musicais e de animação que foram apresentadas nos vários palcos sob a responsabilidade das colectividades locais, como o da Dance Fusion, o da SCUPA, o da Quadrada, o do Motoclube e o da Praça da República. “Tiveram mais uma vez enorme sucesso, atraindo milhares de pessoas”, concluiu.

Comentários

- PUB -

Mais populares

PSP de Setúbal sem meios para se deslocar a atropelamento em frente à esquadra

Acidente na Avenida Luísa Tody fez uma vítima de 88 anos

Hospital da Luz Setúbal confirma nova clínica no centro da cidade

Dr. José Ferreira Santos, director clínico do estabelecimento, confirma pólo adicional para aproximar clientes do centro hospitalar

João Martins: “Deixo uma casa com bom nome e reconhecida”

Criou, desenvolveu e consolidou a Escola Profissional do Montijo (EPM). Ao fim de 29 anos e uns pozinhos, o professor decidiu passar o testemunho
- PUB -