26 Junho 2022, Domingo
- PUB -
InícioLocalBarreiroBarreiro volta ao radar da tutela e Poceirão também é hipótese para...

Barreiro volta ao radar da tutela e Poceirão também é hipótese para terminais de contentores

Infraestruturas de Portugal aponta os dois locais como soluções possíveis para os equipamentos que vão ser deslocalizados de Loures

 

- PUB -

Barreiro e Poceirão (Palmela) são duas das cinco localizações possíveis apontadas agora pela Infraestruturas de Portugal (IP) para acolhimento, a partir de 2026, dos terminais de contentores que estão instalados em Loures. A região volta assim a estar no radar da tutela como solução para a implantação deste tipo de equipamentos.

A informação foi avançada à agência Lusa por fonte da IP, que apontou Castanheira do Ribatejo (Vila Franca de Xira), Carregado (Alenquer) e Rio Maior como os outros locais identificados para possível recepção dos terminais que vão ser deslocalizados em definitivo do Complexo Logístico da Bobadela (Loures).

Esta não é a primeira vez que o Barreiro é visto como localização ideal para o efeito. A instalação de um terminal de contentores, primeiro na Avenida Praia e depois nos terrenos da Baía do Tejo, esteve em cima da mesa. Mas, em 2020, o Governo desistiu do projecto, face à Declaração de Impacte Ambiental desfavorável emitida pela Agência Portuguesa do Ambiente (APA).

- PUB -

A previsão de dragagens de 7,5 milhões de metros cúbicos do fundo do Tejo implicaria, segundo avaliação técnica, vários impactes negativos, constituindo-se como um dos principais factores que levaram à inviabilização do processo.

Já para o Poceirão chegou a estar prevista uma plataforma logística multimodal, cuja concretização acabou por não se verificar. A identificação do local como uma das hipóteses para receber a instalação dos terminais que operam actualmente em Loures pode indiciar que o megaprojecto atrás referido possa vir a ser recuperado.

Papa a caminho e obras arrancam já

- PUB -

De acordo com a mesma fonte da IP, está a ser levada a cabo uma “análise de viabilidade de algumas soluções técnicas” e uma recolha de “contributos ou propostas de outras localizações que possam fazer sentido”.

Apesar de a concretização da deslocalização definitiva dos terminais estar prevista apenas para 2026, segundo a calendarização aprovada pelo Governo, em Abril de 2021, o Complexo Logístico da Bobadela vai ser já alvo de obras de adaptação para acabar com dois dos três terminais existentes, concentrando a actividade em apenas um.

“O projecto de adaptação do Parque Norte engloba a construção de três novos edifícios para apoio à operação no terminal”, indicou a IP à Lusa, adiantando que a intervenção representará um investimento de cerca de 8,2 milhões de euros.

O objectivo, explicou a empresa, é proceder à desocupação definitiva da zona sul do complexo, cujos terrenos serão utilizados em Agosto de 2023 para a realização da Jornada Mundial da Juventude (JMJ), o maior evento organizado pela Igreja Católica e que contará com a presença do Papa Francisco.

“Foi determinado centralizar toda a actividade logística dos três terminais existentes no denominado Terminal Norte, garantindo uma solução com capacidade operacional, que dê resposta às necessidades dos operadores ferroviários e do mercado”, admitiu a IP. O projecto de adaptação do Parque Norte engloba a construção de três novos edifícios para apoio à operação no terminal, “até à sua retirada total e definitiva”.

A IP adianta ainda que a intervenção, que ficará a cargo da empresa Mota-Engil, terá um prazo de execução de 180 dias e terá início após concessão do visto prévio do Tribunal de Contas.

Com Lusa

Comentários

- PUB -

Mais populares

Avó e mãe de Jéssica cantaram em programa da TVI enquanto menina estava sequestrada

Família materna da vítima marcou presença em caravana de “Uma Canção Para Ti” na véspera da morte da criança

“Queremos ser uma das maiores potências desportivas do distrito de Setúbal”

Tiago Fernandes, presidente do Juventude Sarilhense

Menina de três anos morre em caso suspeito de maus tratos pela ama

Criança apresentava ferimentos na boca e nariz e hematomas no corpo. Ama disse que tinha caído de uma cadeira no dia anterior
- PUB -