3 Dezembro 2022, Sábado
- PUB -
InícioLocalBarreiroBarreiro volta ao radar da tutela e Poceirão também é hipótese para...

Barreiro volta ao radar da tutela e Poceirão também é hipótese para terminais de contentores

Infraestruturas de Portugal aponta os dois locais como soluções possíveis para os equipamentos que vão ser deslocalizados de Loures

 

- PUB -

Barreiro e Poceirão (Palmela) são duas das cinco localizações possíveis apontadas agora pela Infraestruturas de Portugal (IP) para acolhimento, a partir de 2026, dos terminais de contentores que estão instalados em Loures. A região volta assim a estar no radar da tutela como solução para a implantação deste tipo de equipamentos.

A informação foi avançada à agência Lusa por fonte da IP, que apontou Castanheira do Ribatejo (Vila Franca de Xira), Carregado (Alenquer) e Rio Maior como os outros locais identificados para possível recepção dos terminais que vão ser deslocalizados em definitivo do Complexo Logístico da Bobadela (Loures).

Esta não é a primeira vez que o Barreiro é visto como localização ideal para o efeito. A instalação de um terminal de contentores, primeiro na Avenida Praia e depois nos terrenos da Baía do Tejo, esteve em cima da mesa. Mas, em 2020, o Governo desistiu do projecto, face à Declaração de Impacte Ambiental desfavorável emitida pela Agência Portuguesa do Ambiente (APA).

- PUB -

A previsão de dragagens de 7,5 milhões de metros cúbicos do fundo do Tejo implicaria, segundo avaliação técnica, vários impactes negativos, constituindo-se como um dos principais factores que levaram à inviabilização do processo.

Já para o Poceirão chegou a estar prevista uma plataforma logística multimodal, cuja concretização acabou por não se verificar. A identificação do local como uma das hipóteses para receber a instalação dos terminais que operam actualmente em Loures pode indiciar que o megaprojecto atrás referido possa vir a ser recuperado.

Papa a caminho e obras arrancam já

- PUB -

De acordo com a mesma fonte da IP, está a ser levada a cabo uma “análise de viabilidade de algumas soluções técnicas” e uma recolha de “contributos ou propostas de outras localizações que possam fazer sentido”.

Apesar de a concretização da deslocalização definitiva dos terminais estar prevista apenas para 2026, segundo a calendarização aprovada pelo Governo, em Abril de 2021, o Complexo Logístico da Bobadela vai ser já alvo de obras de adaptação para acabar com dois dos três terminais existentes, concentrando a actividade em apenas um.

“O projecto de adaptação do Parque Norte engloba a construção de três novos edifícios para apoio à operação no terminal”, indicou a IP à Lusa, adiantando que a intervenção representará um investimento de cerca de 8,2 milhões de euros.

O objectivo, explicou a empresa, é proceder à desocupação definitiva da zona sul do complexo, cujos terrenos serão utilizados em Agosto de 2023 para a realização da Jornada Mundial da Juventude (JMJ), o maior evento organizado pela Igreja Católica e que contará com a presença do Papa Francisco.

“Foi determinado centralizar toda a actividade logística dos três terminais existentes no denominado Terminal Norte, garantindo uma solução com capacidade operacional, que dê resposta às necessidades dos operadores ferroviários e do mercado”, admitiu a IP. O projecto de adaptação do Parque Norte engloba a construção de três novos edifícios para apoio à operação no terminal, “até à sua retirada total e definitiva”.

A IP adianta ainda que a intervenção, que ficará a cargo da empresa Mota-Engil, terá um prazo de execução de 180 dias e terá início após concessão do visto prévio do Tribunal de Contas.

Com Lusa

Comentários

- PUB -

Mais populares

Jovem morre esfaqueado em cilada durante convívio 

Vitima, na casa dos 20 anos, era estudante e trabalhador na Autoeuropa

Homem morre em confrontos num café na Avenida Bento de Jesus Caraça

Causa da morte não é clara. PJ está a investigar

Demolição de edifício obriga a encerrar troço da Estrada de Palmela

Operação na via pública acontece no troço compreendido entre a Praça Tratado de Roma e o acesso rodoviário ao estabelecimento de restauração McDonald’s.
- PUB -