27 Maio 2022, Sexta-feira
- PUB -
InícioLocalSetúbalDiocese não confirma D. Armando Esteves Domingues como novo Bispo de Setúbal

Diocese não confirma D. Armando Esteves Domingues como novo Bispo de Setúbal

Igreja diz desconhecer informação de que actual Bispo Auxiliar do Porto é apontado para suceder a D. José Ornelas

 

- PUB -

O nome de D. Armando Esteves Domingues como o novo Bispo de Setúbal não é confirmado pela Diocese sadina, que garante não haver “neste momento, em absoluto, qualquer informação de quem poderá vir a ser”.

No entanto, O SETUBALENSE sabe que o actual Bispo Auxiliar do Porto deverá suceder na função a D. José Ornelas, de acordo com fonte próxima da Igreja. Contrariamente, a Diocese de Setúbal, que se encontra em “Sede Vacante” desde o dia 28 de Janeiro, diz “desconhecer por completo” a informação avançada por O SETUBALENSE na edição da passada terça-feira.

“O processo de nomeação de um Bispo depende directamente da Santa Sé. Não se pode revelar o que ainda nem sequer é conhecido”, afirma a Diocese sadina, ao ser questionada sobre quando poderá ser confirmado o nome do quarto Bispo de Setúbal.

- PUB -

Até porque, explica, “quando se trata de nomear um bispo em substituição de outro que foi transferido, habitualmente a Igreja só inicia o referido processo, conduzido pelo Núncio Apostólico em cada país, após a tomada de posse do bispo na sua nova diocese”.

Significa isto que o processo em Setúbal só terá arrancado a 13 de Março, dia em que D. José Ornelas tomou posse na Catedral de Leiria. Sobre os passos a cumprir, a Diocese sadina explica que “a nomeação de um Bispo é, na prática da Igreja Católica, precedida de numerosas consultas a bispos, padres e leigos”.

“Estas consultas não se comparam a “votos”, pois o que se pede a cada pessoa consultada é que apresente as razões em que fundamenta o seu parecer”, sendo que, “quando o processo chega ao Papa, muitas pessoas, durante muito tempo, foram sendo auscultadas, apontando vários nomes”.

- PUB -

No final, contudo, “aquele que vier a ser designado é livre de aceitar ou recusar a nomeação, prolongando, em caso de recusa, a duração do processo”. No que diz respeito ao dia em que poderá iniciar funções o novo Bispo de Setúbal, explica a Igreja que nenhum está definido, uma vez que “só após a conclusão de todo o processo e da respectiva publicação de nomeação por parte da Santa Sé é que se define, em articulação com os diferentes intervenientes, qual a data de tomada de posse”.

“Caso seja um padre, poderá acontecer também uma ordenação episcopal”. A saída de D. José Ornelas para Leiria-Fátima representa um acontecimento inédito na Diocese de Setúbal, com os seus predecessores, D. Manuel Martins e D. Gilberto Canavarro dos Reis, a ocuparam o cargo até à renúncia por motivos de idade.

Na mira para se tornar o quarto Bispo de Setúbal está o nome de D. Armando Esteves Domingues, que desde 27 de Outubro de 2018 desempenha a função de Bispo titular de Centenaria e Auxiliar do Porto.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Jovem de 16 anos morre colhido por touro nas Festas da Moita

Vítima foi transportada em estado crítico para o Hospital do Barreiro, mas acabou por não resistir aos ferimentos

Sonae Capital vende hotéis em Tróia

Apesar do negócio, multinacional mantém gestão do Aqualuz Tróia Mar&Rio e do The Editory By The Sea Tróia-Comporta

Bilhete de época para atrair mais vitorianos ao Bonfim em 2022/23

Sadinos avançam com medida para terem mais sócios no estádio nos jogos da Liga 3
- PUB -