20 Maio 2022, Sexta-feira
- PUB -
InícioLocalSetúbalMP acusa médico do Centro Hospitalar de Setúbal de homicídio por negligência...

MP acusa médico do Centro Hospitalar de Setúbal de homicídio por negligência em caso de morte de bebé num parto

Os factos ocorreram no dia 06 de Fevereiro de 2018, nos serviços de urgência de obstetrícia e estão relacionados com o parto de um feto morto

- PUB -

O Ministério Público acusou um médico do Centro Hospitalar de Setúbal de homicídio por negligência na sequência da morte de um bebé durante o parto, anunciou ontem a comarca de Setúbal.

“O Ministério Público deduziu, no passado dia 17 de Janeiro, acusação, para julgamento em processo comum e por tribunal singular, contra um arguido, médico do Centro Hospitalar de Setúbal, pela prática de crime de homicídio negligente”, lê-se numa nota divulgada na página de Internet da comarca de Setúbal.

De acordo com a nota, “os factos ocorreram no dia 06 de Fevereiro de 2018, nos serviços de urgência de obstetrícia e estão relacionados com o parto de um feto morto”.

- PUB -

Segundo noticiou na altura a TVI, uma mulher grávida de 30 semanas deu entrada nas urgências do hospital de São Bernardo com contracções, tendo os exames feitos na altura revelado que o feto estava em sofrimento e a grávida “com pressão arterial alta e com uma quantidade significativa de proteína na urina”.

Nestas condições, os médicos concluíram que teria de se avançar com o parto, mas isso só aconteceu três horas depois.

Em declarações à TVI, os pais disseram que “houve falhas”, pelo que decidiram avançar com uma queixa em tribunal.

- PUB -

MCL / Lusa

 

Comentários

- PUB -

Mais populares

Dez dias de música em vários palcos da cidade de Setúbal com os melhores sons e vozes

O festival arranca com Pedro Abrunhosa, atravessa vários artistas e termina com Cuca Roseta

Piscina na urbanização dos Fidalguinhos está quase a sair do papel

Obra de 3,5 milhões de euros já tem projecto e concurso pode avançar ainda este ano. Futuro equipamento terá capacidade para cerca de 700...

Igor Khashin e Yulia Khashina: “O nosso trabalho de 20 anos foi destruído num dia”

Casal russo que está no centro da polémica com o acolhimento de refugiados ucranianos em Setúbal responde a todas as perguntas
- PUB -