28 Janeiro 2022, Sexta-feira
- PUB -
InícioLocalSetúbalProtocolo entre Câmara de Setúbal e Associação Bairro Cool permite dar ‘nova...

Protocolo entre Câmara de Setúbal e Associação Bairro Cool permite dar ‘nova vida’ ao Troino

Parceria aprovada na reunião de câmara da passada quarta-feira, marcada por atrito entre a gestão CDU e a bancada socialista

 

- PUB -

A Câmara Municipal de Setúbal e a Associação Bairro Cool vão, em conjunto, dar uma ‘nova vida’ ao Bairro do Troino, através da “dinamização de iniciativas de qualificação da imagem urbana, de conservação e de limpeza do espaço público na área nascente” da zona típica setubalense.

Para o efeito, o executivo municipal aprovou por unanimidade, na sessão pública da passada quarta-feira, a celebração de um protocolo com a associação, cujo “objectivo é promover actividades que estimulem o envolvimento dos moradores, comerciantes, empresários, artistas e outros agentes, fomentando a participação de todos e a preservação da história, cultura e tradições locais”.

A partir da parceria estabelecida, válida durante um ano, compromete-se a Associação Bairro Cool, sediada no Bairro do Troino nascente, a “estabelecer um plano de acções, com vista à valorização e dinamização social e económica do Troino”.

- PUB -

A referida associação centra a sua actividade no “desenvolvimento económico, social e cultural no concelho de Setúbal, por meio da realização de actividades dinamizadas próprias ou em parceria com entidades públicas ou privadas”.

“Essas acções devem contribuir para o desenvolvimento local e regional e, junto da comunidade, apoiam a execução de projectos, programas e iniciativas de âmbito local, regional, nacional e transnacional”.

Ânimos exaltados no período antes da ordem do dia

- PUB -

Já no período antes da ordem do dia, os ânimos exaltaram-se depois de o vereador comunista Pedro Pina acusar a bancada socialista de ter feito “nos dois últimos meses intervenções ‘ocasionistas’, de profundo desconhecimento e que provavelmente contêm informações adulteradas daquilo que é a realidade”, o que acaba por “dar um profundo contributo para a destruição da democracia”.

“Assumindo a responsabilidade da intervenção” que fez, o autarca da CDU afirmou que “o que se tem assistido nas últimas reuniões por parte da bancada do Partido Socialista é uma confusão tremenda entre aquilo que são as questões de ordem pessoal e as que são de natureza que nada têm a ver com o superior interesse de uma Câmara Municipal”.

“Creio que o PS considera e encontrou este ‘modus operandi’ de achar que estar a protagonizar as perguntas que os seus simpatizantes e apoiantes querem trazer a reunião os levará certamente a um caminho, mas, com todo o respeito, nós podemos continuar a fazer esse combate político”, reforçou.

Já o vereador Fernando José, em defesa da honra da bancada do Partido Socialista, contra-atacou, referindo: “O vereador Pedro Pina acaba de contribuir precisamente para aquilo que afirmou que os vereadores socialistas têm vindo a fazer, que é destruir a democracia”.

“É precisamente com intervenções como essa que muitas vezes a acção política acaba por cair no descrédito. Os vereadores do PS têm vindo a levantar as questões que entendem ter de levantar. São livres de o fazer”, justificou.

Até porque, acrescentou, “as questões que têm sido levantadas nas reuniões de câmara têm a ver com Setúbal e com os setubalenses”. “Não recebemos obviamente lições de moral nem de ética da parte do senhor vereador Pedro Pina”, atirou, levando a que André Martins, presidente da Câmara Municipal, interviesse. “O senhor sabe o que é a defesa da honra, não é preciso dar-lhe nenhuma explicação”, disse o edil.

Contudo, justificou Fernando José: “A defesa da honra cabe-me a mim fazer e, portanto, farei nos termos em que entender, no tempo em que está destinado”.

“Não faz senhor vereador. Faz nos termos do regimento. Se insiste retiro-lhe a palavra. Já o deixei deambular por várias matérias. Pediu a defesa da honra para um efeito concreto e, para isso, tem a palavra”, explicou o presidente, acabando por aceder ao pedido do Partido Socialista de se fazer uma pausa na reunião, depois de o vereador social-democrata Fernando Negrão sublinhar que “a pausa pedida pelo PS é importante para todos retomarem as suas posições e acalmarem-se”.

Montalvão Conclusão das obras adiada para Abril

Também a conclusão das obras a decorrer na Rua dos Arcos, situada na zona do Montalvão, em Setúbal, foi um dos temas levantados na reunião de quarta-feira, com a Câmara Municipal a aprovar a proposta de prorrogação do prazo de execução da empreitada em 124 dias.

Isto na sequência de ter sido encontrado “um carneiro de grande dimensão, não canastrado, com muita água, que levou à suspensão dos trabalhos de infra-estruturas por período equivalente, projectando-se o fim da empreitada para Abril de 2022”, explicou Carlos Rabaçal, vereador das Obras Municipais.

No entanto, acrescenta o autarca que “é possível que a obra sofra um outro ajustamento de prazo, tendo em conta a decisão tomada da abertura dos dois sentidos [de trânsito] e da formulação da rotunda”.

A empreitada de alargamento da via entre a Ribeira da Figueira e a Quinta da Pontinha, que vai contribuir para a “melhoria das condições de segurança e da circulação urbana”, foi adjudicada no início do presente mês à sociedade ENOVIAS por perto de 150 mil euros.

No total, a intervenção a decorrer na Rua dos Arcos representa um investimento superior a meio milhão de euros.

Comentários

- PUB -

Mais populares

D. José Ornelas deixa de ser Bispo de Setúbal

O SETUBALENSE sabe que o Prelado vai substituir D. António Marto na Diocese de Leiria-Fátima

Autocarro consumido pelas chamas no centro de Setúbal [corrigida]

Viatura dos TST circulava perto do Comando da PSP. Passageiros e motorista saíram ilesos

Moradores do condomínio da Quinta da Trindade queixam-se de ruído vindo de estaleiro naval

A decapagem do casco de navios está a tirar o sossego a quem reside nas proximidades do estaleiro. Empresa diz que está a mitigar incómodo
- PUB -