26 Janeiro 2023, Quinta-feira
- PUB -
InícioLocalMontijoEscolas de Montijo e Odemira vão estrear plataforma educativa sobre saúde

Escolas de Montijo e Odemira vão estrear plataforma educativa sobre saúde

Projecto e-Bug PT, liderado pela DGS, foi ontem apresentado na Escola Básica D. Pedro Varela. A partir de 2023 será expandido a todo o País

 

- PUB -

Os agrupamentos de escolas de Montijo e Odemira são dois dos 10 que, a nível nacional, vão integrar a “fase-piloto” do projecto e-Bug Portugal, que visa aumentar a literacia em saúde junto dos alunos dos 5 aos 18 anos.

O projecto foi ontem lançado na Escola Básica D. Pedro Varela, na cidade montijense. Graça Freitas, directora-geral da Saúde, José Vítor Pedroso, director–geral da Educação, e Rui Santos Ivo, presidente do Infarmed, rubricaram o acordo de parceria para a implementação da plataforma educativa (e-Bug PT), desenvolvida pelo Public Health England e gerida num consórcio internacional do qual a Direcção-Geral da Saúde (DGS) é parceiro.

Financiada pelo EEA Grants, a iniciativa liderada pela DGS – em conjunto com a Direcção-Geral da Educação, o Infarmed e The Antibiotic Centre for Primary Care da Universidade de Oslo, Noruega – tem como objectivo “aumentar a literacia em saúde nos temas da prevenção da infecção e da boa utilização dos antibióticos na comunidade”, através desta ferramenta digital. Só a partir de 2023 é que o projecto será alargado a todas as escolas do território nacional.

- PUB -

“O que pretendemos é reforçar a educação e a consciencialização de crianças e adolescentes na higiene, prevenção de infecções e sua transmissão, o uso prudente de antibióticos, através da plataforma educativa operada por professores e educadores para toda a comunidade educativa”, disse Graça Freitas, durante a apresentação do projecto.

Escola como elemento central

- PUB -

Este é mais um passo numa estratégia que tem vindo a ser seguida nos últimos tempos, conforme adiantou José Vítor Pedroso. “A Direcção-Geral da Educação e a Direção-Geral da Saúde têm desenvolvido nos últimos anos um conjunto alargado de projectos com a satisfação de que chegam à escola, aos professores e, sobretudo, aos alunos. Esta plataforma permite cruzar objectivos do projecto com o currículo nacional que os professores trabalham nas várias áreas disciplinares e é esse cruzamento, entre a ciência e o currículo, que irá produzir os efeitos que pretendemos”, reforçou o director–geral da Educação.

Já Rui Santos Ivo, presidente do Infarmed, realçou o papel “essencial” da acção, ao permitir capacitar o cidadão para “a boa utilização dos antibióticos”. Nuno Canta, presidente da Câmara Municipal do Montijo, interveio no encerramento da iniciativa para destacar a importância da escola pública. “É aqui que acções tão importantes como esta devem ter lugar, porque a escola é um elemento dinamizador, formador e onde as acções públicas devem ser desenvolvidas”, concluiu o autarca.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Pai herói salva filha bebé de incêndio que destruiu habitação [actualizada]

Entrou em habitação em chamas e conseguiu resgatar a bebé. Sinistro destruiu o 1.º piso da habitação

Comando dos Bombeiros do Montijo repudia críticas sobre combate ao fogo de sexta-feira

Reacção surge na sequência de vídeos e comentários publicados nas redes sociais 

Sexta-feliz chega ao concelho para dar “mais tempo” aos funcionários

PartYard decidiu dar as tardes de sexta-feira aos trabalhadores para melhorar o seu rendimento
- PUB -