21 Janeiro 2022, Sexta-feira
- PUB -
InícioLocalSinesPorto de Sines quer tornar corredor logístico com Badajoz mais competitivo

Porto de Sines quer tornar corredor logístico com Badajoz mais competitivo

Cooperação transfronteiriça vai permitir “implantação de tecnologias da informação e comunicação inovadoras no transporte de mercadorias”

 

- PUB -

A Administração dos Portos de Sines e do Algarve (APS) vai apostar em tecnologias inovadoras da informação e comunicação, através de processos de digitalização, para tornar o corredor logístico Sines-Badajoz “mais eficiente, competitivo e desmaterializado”.

O projecto do Corredor Atlântico Logístico Sines-Badajoz (Calsiba) está a ser desenvolvido numa parceria entre a Extremadura Avante, que reúne um grupo de empresas públicas do Governo da Extremadura Espanhola, e a APS.

De acordo com a administração portuária, esta cooperação transfronteiriça vai melhorar a “interoperabilidade” no corredor, com o “desenvolvimento e implantação de tecnologias da informação e comunicação inovadoras no transporte de mercadorias”.

- PUB -

Em declarações à agência Lusa, o presidente do conselho de administração do Porto de Sines (Setúbal), José Luís Cacho, explicou que a “Extremadura Avante está a desenvolver a Plataforma Logística de Badajoz, onde se estão a instalar empresas importantes, quer na óptica da logística, quer da indústria”, entre elas a Amazon.

Nesse sentido, foi desenvolvido um projecto-piloto conjunto para “conectar digitalmente essa plataforma” com o Porto de Sines, através da Janela Única Logística (JUL), explicou o responsável.

Com esta ferramenta, será disponibilizado “um conjunto de funcionalidades” e “todas as empresas que estão instaladas em Badajoz vão poder importar e exportar através do Porto de Sines em melhores condições de competitividade”, realçou.

- PUB -

Isto “vai tornar o corredor logístico Sines-Badajoz mais eficiente, competitivo e desmaterializado”, indicou.

Segundo José Luís Cacho, o projecto enquadra-se “no processo de internacionalização” do Porto de Sines, alcançando “a Zona Logística de Madrid” e uma “maior capacidade de penetração em Espanha.

“É um projecto que vai consolidar a nossa estratégia e vai permitir sermos mais competitivos na área da Extremadura” espanhola, concluiu.

O Porto de Sines mantém uma ligação diária ferroviária com a Extremadura Avante. O projecto Calsiba é co-financiado pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER), através do programa INTERREG V-A Espanha-Portugal (POCTEP) 2014-2020.

HYN

Comentários

- PUB -

Mais populares

Pinhalnovense não tem jogadores para ir a jogo no próximo domingo

No Campeonato de Portugal a situação está muito complicada para os clubes da região porque o Barreirense está numa posição delicada na tabela classificativa...

Pinhalnovense sem jogadores para jogar fez falta de comparência

A 12.ª jornada do Campeonato de Portugal ficou marcada pela falta de comparência do Pinhalnovense no jogo que deveria disputar em casa com o...

Vereador diz que cães vadios fogem com crânios na boca e acusa PS de tratar mal os vivos e pior os mortos

João Afonso volta a criticar serviço nos cemitérios. Autarca do PSD denuncia ossadas lavadas em tanques da roupa e colocadas em caixas de fruta a secar. Nuno Canta diz que é fantasia
- PUB -