21 Janeiro 2022, Sexta-feira
- PUB -
InícioLocalSinesPorto de Sines e Estado da Bahia avançam para agronegócio

Porto de Sines e Estado da Bahia avançam para agronegócio

Memorando assinado. Processo permite ponte entre sector brasileiro e empresários portugueses para captar projectos para Sines

 

- PUB -

A Administração dos Portos de Sines e do Algarve (APS) assinou um memorando de entendimentos com o Estado da Bahia, no Brasil, para o desenvolvimento de novos projectos ligados ao agronegócio através do porto alentejano.

“O Brasil é um dos melhores produtores do Mundo no sector do agronegócio, quer no campo dos grãos, designadamente a soja e o milho, como também na área das frutas e da carne, ou seja, todo um conjunto de produtos que alimentam o Mundo”, disse à agência Lusa o presidente do conselho de administração do Porto de Sines, José Luís Cacho.

De acordo com o responsável, a assinatura deste memorando resulta de um processo, iniciado “há cerca de um ano”, com a visita da ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento do Brasil, Tereza Cristina, ao Porto de Sines.

- PUB -

Na altura, a governante “veio aferir da possibilidade” desta infra-estrutura portuária se tornar “uma porta de entrada dos produtos brasileiros” nos mercados Europeu, Norte e África Ocidental. Durante a visita, constatou “o potencial e a estratégia de desenvolvermos projectos” ligados “à armazenagem e transformação” de produtos “com base nas importações de agroalimentares brasileiros em Sines”, sublinhou o presidente da administração portuária.

O objectivo, indicou, passa por “abastecer o mercado Europeu, Mediterrâneo, Norte e África Ocidental”.

Condições de cooperação

- PUB -

Segundo José Luís Cacho, o memorando de entendimentos vai permitir “criar condições de cooperação” para “o desenvolvimento desses projectos” no Porto de Sines. “Isto passa por uma base de contactos com os empresários brasileiros do Estado da Bahia, ligados a este sector, pô-los em contacto com alguns empresários portugueses e europeus e depois procurar alguns projectos que possam ter condições para se instalarem em Sines”, reforçou.

Para o administrador, o Terminal Multiusos, cujo concurso para nova concessão foi recentemente lançado, “é o que tem as condições ideais para receber” os produtos oriundos do Brasil que, por norma, “são importados a granel”. “Não quer dizer que não venha alguma carga por contentor, com ligação ao Brasil assegurada, mas este terminal reúne as condições ideais para a implementação destes produtos”, garantiu.

A administração portuária “está à procura de um modelo de viabilização deste terminal, uma vez que o carvão deixou de se movimentar” no Terminal Multiusos vocacionado para a movimentação de mercadorias diversas. “Identificámos que o agroalimentar tem potencial para ajudar à viabilização da exploração do terminal”, concluiu. HYN // MLS

Comentários

- PUB -

Mais populares

Vereador diz que cães vadios fogem com crânios na boca e acusa PS de tratar mal os vivos e pior os mortos

João Afonso volta a criticar serviço nos cemitérios. Autarca do PSD denuncia ossadas lavadas em tanques da roupa e colocadas em caixas de fruta a secar. Nuno Canta diz que é fantasia

Pinhalnovense não tem jogadores para ir a jogo no próximo domingo

No Campeonato de Portugal a situação está muito complicada para os clubes da região porque o Barreirense está numa posição delicada na tabela classificativa...

Pinhalnovense sem jogadores para jogar fez falta de comparência

A 12.ª jornada do Campeonato de Portugal ficou marcada pela falta de comparência do Pinhalnovense no jogo que deveria disputar em casa com o...
- PUB -