29 Setembro 2022, Quinta-feira
- PUB -
InícioLocalSesimbraEmbarcação Segredos do Mar arde e naufraga ao largo de Sesimbra

Embarcação Segredos do Mar arde e naufraga ao largo de Sesimbra

Os 13 tripulantes saíram ilesos. Barco tinha saído de Sesimbra para uma noite de faina e chegou a pescar na Costa da Caparica

- PUB -

A embarcação de pesca do cerco Segredos do Mar ardeu por completo ao largo de Sesimbra durante a noite desta quarta-feira. A tripulação, composta por 13 homens, foi resgatada por outra embarcação de pesca quando o foco de incêndio começou. Não houve feridos a registar.

O alerta foi dado à Polícia Marítima às 22:50. A embarcação de pesca Segredos do Mar, associada da Cooperativa de Pesca Sesibal, tinha saído de Sesimbra na noite de quarta-feira rumo à Costa da Caparica, onde capturou pescado.

O incêndio começou quando esta se dirigia para a Costa da Galé, para nova captura de pescado. O incêndio deflagrou no motor e alastrou-se a toda a embarcação, que acabou por se afundar.

- PUB -

Os tripulantes conseguiram colocar-se todos no barco de apoio e foram depois resgatados por uma outra embarcação de pesca que passava na zona. Não houve necessidade de assistência hospitalar a nenhum dos envolvidos.

A Polícia Marítima de Setúbal acorreu ao local para garantir a segurança do local onde ocorreu o incidente. Durante a manhã desta quinta feira, os elementos da Polícia Marítima, em colaboração com os elementos da Estação Salva-vidas de Sesimbra, deslocaram-se para o local por forma a recolher alguns destroços da embarcação que constituíam perigo para a navegação.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Transportes em Setúbal: “Isto não está mau. Está péssimo!”

Reuniões com a população expõem drama de grandes dimensões contado em testemunhos trágico-cómicos

Autoeuropa com legionella não pára produção nem avisa trabalhadores

Empresa diz que nenhuma pessoa foi infectada e que está a cumprir a lei

“Reunião” dos bombeiros acaba à chapada e ao pontapé com a PSP a ser chamada ao quartel [corrigida]

Demissões na direcção culminaram com agressões físicas entre bombeiros, entre directores, e entre bombeiros e dirigentes
- PUB -