1 Agosto 2021, Domingo
- PUB -
Início Local Alcochete Centro de Vacinação do Samouco perto de atingir as vinte mil inoculações

Centro de Vacinação do Samouco perto de atingir as vinte mil inoculações

Tomaram a primeira dose 11 293 munícipes, enquanto que 6 971 utentes completaram já o calendário vacinal

 

- PUB -

O centro de vacinação contra a covid-19 do concelho de Alcochete, instalado no Pavilhão Desportivo do Samouco, situado na Rua da Praia, está a poucos dias de atingir as vinte mil vacinas administradas, com uma média de 400 inoculações por dia.

Até à passada quarta-feira, dia 7, foram vacinados com a primeira dose 11 293 alcochetanos, mais 2 225 comparativamente a 22 de Junho, dia em que se registavam 9 068 munícipes inoculados, começou por explicar Maria de Fátima Soares, vice-presidente da autarquia, na última reunião de câmara.

Já com o calendário vacinal da covid-19 cumprido, ou seja, com as duas doses tomadas, estão actualmente 6 971 cidadãos, o que equivale a mais 2 703 vacinas dadas nos últimos 15 dias, cujo número era de 4 268.

- PUB -

Estes dados perfazem um total de 18 264 utentes vacinados, quando há duas semanas haviam sido apenas inoculadas 13 333 pessoas, o que simboliza um aumento de 4 931 inoculações no espaço de duas semanas.

Para a autarca, “todo o esforço que tem sido realizado pelas equipas que asseguram o funcionamento do centro de vacinação do Samouco é de louvar e é motivo de orgulho”.

Por se estarem a “vacinar cerca de 400 pessoas por dia”, Maria de Fátima Soares apelou à população “que se desloca diariamente” ao equipamento para que tenha “bom-senso”. “O centro de vacinação está a vacinar em massa por estes dias. A paciência por parte das pessoas terá de ser maior. Teremos de ir com um espírito mais aberto e de forma mais desprendida”, sublinhou.

- PUB -

Contudo, Maria de Fátima Soares fez questão de salientar que “tudo o que tem acontecido, e da forma como tem acontecido, tem sido alvo de elogios por parte dos munícipes”.

Em seguida, acrescentou: “Cada um tem de cumprir a sua parte. Temos de ser solidários também com quem lá está a trabalhar todos os dias e temos de ter um grau de compreensão superior, porque, por vezes, o processo pode atrasar, pode haver alguma questão que faça com que as horas marcadas se atrasem”.

Assim, explica que “não vale a pena as pessoas se deslocarem ao centro de vacinação com muita antecipação relativamente à hora marcada para a toma da vacina”, uma vez que “isso só irá congestionar”. “Se todos chegarmos na hora, com certeza que todos sairemos na hora”, reforçou.

Período ‘de casa aberta’ das 14h30 às 15h30

Para os alcochetanos “inscritos no Centro de Saúde de Alcochete e com mais de 45 anos que, por alguma razão, ainda não tenham sido chamados para fazer a vacina”, encontra-se já a funcionar diariamente o “período de casa aberta”, disse a vice-presidente do município.

O período está disponível “das 14h30 às 15h30”, bastando aos munícipes deslocarem-se ao centro de vacinação do Samouco.

Outro dos pontos sublinhados por Maria de Fátima Soares foi o de se “estar já a vacinar a faixa etária dos 25 aos 29 anos, sendo que a dos 29 anos está já praticamente feita”.

Por último, alertou para o facto de o período para a toma da segunda dose nos utentes em que foi administrada a vacina da AstraZeneca ter sido reduzido. “Quem tiver nesta condição, que já tiver feito as oito semanas, também já se encontra em condições de poder ser vacinado e deverá também dirigir-se ao centro de vacinação para tomar a segunda dose”, afirmou.

No centro de vacinação a funcionar no Pavilhão Desportivo do Samouco, instalado pela edilidade, em articulação com o Agrupamento de Centros de Saúde Arco Ribeirinho, encontram-se instaladas quatro cabines de vacinação, uma recepção, uma sala de apoio aos utentes, um gabinete médico e um de enfermagem uma zona de espera e, ainda, uma zona de recobro.

- PUB -

Mais populares

Moradores na Quinta da Amizade contestam fogos municipais, mas vereador Carlos Rabaçal promete valorização

Na calha pode estar a construção de 268 fogos. Os residentes temem densidade populacional e perderem conforto   Os moradores na Quinta da Amizade, na freguesia...

“Quero fazer esta época o jogo de despedida para depois assumir o cargo de treinador”

“Não me ofereço aos clubes e não peço favores a ninguém, se tiver que treinar será onde me queiram e onde acreditem em mim”, refere Paulo Catarino

Península de Setúbal com mais 29 mil pessoas e Litoral Alentejano perde pouco em dez anos

Censos de 2021 indicam que Palmela é o concelho da península que registou maior aumento da população residente. Odemira é o que mais cresce...
- PUB -