28 Setembro 2022, Quarta-feira
- PUB -
InícioLocalSetúbalPraia da Figueirinha iça ‘azulinha’ ao vento

Praia da Figueirinha iça ‘azulinha’ ao vento

Este Verão é o décimo terceiro consecutivo em que a Bandeira Azul é atribuída a esta praia de Setúbal

- PUB -

 

A Bandeira Azul já oscila ao vento na Praia da Figueirinha, assim como o galardão de Praia Acessível. A cerimónia do hastear das duas bandeiras neste areal da Serra da Arrábida, em Setúbal, decorreu na manhã de segunda-feira, na presença da presidente da Câmara sadina, do capitão do porto e de representantes do Porto de Setúbal, Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas, da Agência Portuguesa do Ambiente e técnicos municipais.

“Estes galardões dão confiança e mais qualidade de vida às pessoas e [também] mais razões para cá virem”, afirmou a presidente da Câmara Municipal de Setúbal, Maria das Dores Meira, durante o içar das bandeiras, um acto que contou com o capitão do porto, Paulo Alcobia Portugal.

- PUB -

Este Verão é o décimo terceiro consecutivo em que a Bandeira Azul é atribuída à Praia da Figueirinha, zona balnear que tem sido avaliada, consecutivamente e num espectro alargado de critérios, “com elevados índices de qualidade ambiental, turística e sanitária”, refere a autarquia em comunicado.

Na Campanha da Bandeira Azul da Europa, este ano com o tema “Recuperação de Ecossistemas”, é considerado para efeitos de candidatura, à imagem do ano passado, um total de 32 critérios, 28 dos quais de cumprimento obrigatório.

Esses critérios, aos quais a Praia da Figueirinha respondeu “positivamente”, estão relacionados com “Informação e Educação Ambiental”, “Qualidade da Água”, “Gestão Ambiental e Equipamentos” e “Segurança e Serviços”.

- PUB -

Já a Bandeira de Praia Acessível atesta as condições deste espaço para acolher utilizadores com mobilidade reduzida.

A Campanha da Bandeira Azul da Europa, organizada pela Fundação para a Educação Ambiental, com o apoio da Comissão Europeia, começou em 1987 e está integrada no programa do Ano Europeu do Ambiente.

A ‘azulinha’ pretende consciencializar a sociedade para a necessidade de protecção do ambiente marinho e costeiro e incentivar a realização de acções conducentes à resolução dos problemas existentes.

 

Comentários

- PUB -

Mais populares

Transportes em Setúbal: “Isto não está mau. Está péssimo!”

Reuniões com a população expõem drama de grandes dimensões contado em testemunhos trágico-cómicos

Autoeuropa com legionella não pára produção nem avisa trabalhadores

Empresa diz que nenhuma pessoa foi infectada e que está a cumprir a lei

“Reunião” dos bombeiros acaba à chapada e ao pontapé com a PSP a ser chamada ao quartel [corrigida]

Demissões na direcção culminaram com agressões físicas entre bombeiros, entre directores, e entre bombeiros e dirigentes
- PUB -