22 Janeiro 2022, Sábado
- PUB -
InícioLocalMoitaJoaquim Raminhos é o candidato do BE à Câmara da Moita e...

Joaquim Raminhos é o candidato do BE à Câmara da Moita e António Chora à Assembleia Municipal

Programa eleitoral quer mais cidadania e participação popular na vida do concelho

 

- PUB -

O Bloco de Esquerda (BE) da Moita anunciou, na última terça-feira, que vai avançar com a candidatura de Joaquim Raminhos à presidência da Câmara da Moita e de António Chora, como cabeça-de-lista à Assembleia Municipal, nas próximas eleições autárquicas.

O partido considera, neste âmbito, que toda a equipa que irá integrar as listas aos diversos órgãos autárquicos vai defender “um programa que exija mais democracia e mais cidadania, apelando a uma maior participação dos munícipes na vida do poder local”, com base no lema “Mais Cidadania! Mais Desenvolvimento para o Concelho da Moita”.

António Chora candidato a cabeça-de-lista à Assembleia Municipal

Os bloquistas afiançam estar conscientes dos “momentos complexos que vivemos, provocados pela pandemia, agravando-se as condições de saúde das populações, com reflexos nas condições sociais, aumentando os níveis de pobreza, de desemprego e da destruição das vidas de milhares de famílias”, razão pela qual defendem que vão combater “todas as inércias que se foram instalando ao longo de décadas” no concelho.

- PUB -

As apostas do BE vão passar, neste acto eleitoral, pela aposta na requalificação urbana dos núcleos urbanos mais envelhecidos, onde “proliferam dezenas de habitações em ruínas e encerradas, quando existem famílias que não têm casa para morar”.

Reclamam ainda um plano estratégico local para a habitação social naquele território e sublinham que “os espaços urbanos necessitam de mais revitalização, com mais investimento nos espaços verdes, melhores acessibilidades para os peões, com passeios, passadeiras e ciclovias adequadas, de forma a assegurarmos uma maior inclusão e mobilidade dos munícipes”.

Defendem também que vão continuar a insistir numa “maior qualidade de vida” para quem vive e trabalha no concelho e que, a zona ribeirinha e as questões ambientais, também “farão parte das prioridades da agenda”. Estando o projecto “Moita Património do Tejo” em candidatura, o Bloco acrescenta que vai eleger a frente ribeirinha do Tejo “como um polo de desenvolvimento, incentivando as práticas náuticas, actividades económicas e turísticas, apoiando as Associações Náuticas existentes, que têm desenvolvido uma actividade imprescindível, na aproximação da população ao rio”, realçam.

- PUB -

Para o BE é igualmente necessário um plano de intervenção nos 20 quilómetros de zona ribeirinha, com “o restauro de muralhas, extinção de esgotos, e com a criação de mais locais de embarque e desembarque das embarcações”.

Partido assegura que diz não ao aeroporto no Montijo

A candidatura, encabeçada pelo actual vereador bloquista na autarquia da Moita, garante que “continuaremos a dizer não ao previsto aeroporto do Montijo”, à semelhança do que tem sido defendido pela actual gestão CDU e que, na perspectiva do Bloco de Esquerda, “constitui um atentado a tudo o que anteriormente defendemos”.

“A nossa candidatura defenderá a preservação das zonas de sapal, onde predominam ecossistemas que renovam a vida do ‘nosso’ Tejo, criando observatórios da Natureza, através da construção de passadiços, que permitam a aproximação da população ao rio, valorizando toda vida ali existente, caracterizada pela diversidade da fauna e flora que habita no estuário”, afirmam.

O BE garante também que, na sua linha de intervenção, continuará a defender o bem-estar animal, trabalhando em conjunto com as associações existentes no concelho, na preservação do património histórico, da cultura e desporto, elementos que considera fazerem parte do compromisso para “defesa da nossa identidade, garantindo aos jovens, mais espaços de intervenção, com propostas construtivas, que permitam levar o concelho da Moita, para os caminhos do desenvolvimento e da modernidade”, concluem.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Pinhalnovense sem jogadores para jogar fez falta de comparência

A 12.ª jornada do Campeonato de Portugal ficou marcada pela falta de comparência do Pinhalnovense no jogo que deveria disputar em casa com o...

Entrada de luxo dos sadinos foi segredo para vencer U. Santarém e subir ao 2.º lugar

Varela (bisou) e Zequinha fizeram os golos desta quinta-feira no Bonfim

MP acusa médico do Centro Hospitalar de Setúbal de homicídio por negligência em caso de morte de bebé num parto

Os factos ocorreram no dia 06 de Fevereiro de 2018, nos serviços de urgência de obstetrícia e estão relacionados com o parto de um feto morto
- PUB -