21 Junho 2021, Segunda-feira
- PUB -
Início Local Almada Detidos em operação internacional de captura de amêijoa no Tejo são portugueses

Detidos em operação internacional de captura de amêijoa no Tejo são portugueses

Detidos serão presentes amanhã e quinta-feira ao tribunal do Montijo para 1.º interrogatório e aplicação das respectivas medidas de coacção

- PUB -

 

Os cinco detidos numa mega-operação que desmantelou três redes internacionais de captura ilegal de amêijoa no rio Tejo são todos cidadãos portugueses e alguns alegados cabecilhas, adiantou hoje à agência Lusa fonte da Autoridade Marítima.

Na segunda-feira, fonte oficial da Autoridade Marítima Nacional tinha dito à agência Lusa que realizou uma mega-operação no Barreiro e em Almada, no distrito de Setúbal, no decorrer da qual efectuou cinco detenções, por suspeita de recurso a mão-de-obra ilegal, falsificação de documentos, crimes contra a saúde pública, fraude sobre mercadorias, fraude fiscal e branqueamento de capitais, e posse de arma ilegal.

- PUB -

Já hoje, também fonte da Autoridade Marítima Nacional (AMN) adiantou à Lusa que os cinco detidos são cidadãos portugueses e que entre eles se encontram alegados chefes das redes.

A mesma fonte acrescentou que os detidos serão presentes na quarta e na quinta-feira ao tribunal do Montijo para 1.º interrogatório e aplicação das respectivas medidas de coacção.

Segundo a AMN, esta mega-operação, com contornos internacionais, foi o culminar de uma investigação da Unidade Central de Investigação Criminal da Polícia Marítima iniciada há dois anos, em colaboração com a Europol, a PSP, o Corpo Nacional de Polícia (Espanha), a Arma dei Carabinieri e a Guardia di Finanza (Itália) e a Gendarmerie (França).

- PUB -

A operação contou com 90 elementos da Polícia Marítima, apoiados por 26 veículos, explicitou a mesma fonte.

As buscas culminaram na apreensão de 16 viaturas, duas embarcações, 40.000 euros em numerário, mais de duas toneladas de amêijoa, duas armas de fogo, uma arma branca e ainda vários dispositivos electrónicos, como, por exemplo, computadores.

Também na segunda-feira decorreu no rio Tejo uma operação de desmantelamento de uma rede nacional dedicada ao comércio de bivalves impróprios para consumo, tendo sido apreendidas 1,5 toneladas de bivalves. Foram detidas oito pessoas e 13 constituídas arguidas.

Nesta operação, a cargo da Unidade de Acção Fiscal (UAF) da Guarda Nacional Republicana (GNR), foi dado cumprimento a 53 mandados de busca (domiciliárias e em empresas, armazéns, veículos e embarcações): 42 em Portugal, cinco em Espanha e seis em Itália.

FAC – Lusa

- PUB -

Mais populares

Moradores de cooperativas em Azeitão preocupados com leilão das suas casas

Os moradores da Cooperativa de Habitação e Construção Económica Bairro dos Trabalhadores, em Azeitão, foram recentemente surpreendidos com a informação de que as suas...

Burger King abre este Verão na Quinta Fonte da Prata

Novo espaço vai criar 20 postos de trabalho e terá Drive In disponível   O novo restaurante da cadeia norte-americana Burger King, cuja estrutura encontra-se em...

Nuno Pinto: “Para o ano voltaremos a tentar ainda mais fortes”

“Sem sombra de dúvidas, foi a temporada mais complicada da minha carreira”, afirma.
- PUB -