10 Maio 2021, Segunda-feira
- PUB -
Início Local Setúbal APA diz estar disponível para ajudar autarquia a conseguir apoios para concretização...

APA diz estar disponível para ajudar autarquia a conseguir apoios para concretização do Parque da Várzea

Necessários entre seis a sete milhões de euros. Pimenta Machado, vice-presidente da agência, classificou o projecto como “inovador” e intitulou-se “embaixador” do espaço

 

- PUB -

A Agência Portuguesa do Ambiente (APA) mostrou-se na passada sexta-feira, em visita à cidade sadina, disponível para ajudar a Câmara Municipal de Setúbal a conseguir os apoios financeiros necessários para concretizar o aguardado Parque Urbano da Várzea. No total, Maria das Dores Meira, presidente da autarquia, estima que sejam ainda precisos entre seis a sete milhões de euros para que o parque fique pronto.

Foi nesse sentido que acompanhou a visita de Pimenta Machado, vice-presidente da APA, ao Parque Urbano da Várzea, “para que este tenha conhecimento de um projecto que foi também financiado numa primeira fase por fundos comunitários” e para que surja a “possibilidade de a APA ajudar o município com a abertura de candidaturas” para a execução da segunda etapa, explicou a autarca a O SETUBALENSE.

“É um projecto que reúne duas coisas importantes: a retenção das águas – visto que faz com que as águas não vão para o centro da cidade – e a sua função social, pedagógica e de lazer. Vai ter três palcos para actividades, parques de aventuras e desportivos”, acrescentou a edil.

- PUB -

Em resposta ao pedido de ajuda do município, Pimenta Machado mostrou-se convicto de que a autarquia “terá boas oportunidades para financiar o projecto no futuro Quadro Comunitário de Apoio, uma vez que este criará condições para candidaturas de projectos, com o objectivo de adaptar o espaço urbano aos desafios das alterações climáticas”.

Para o vice-presidente da APA, este é “um projecto bastante inovador”. “Levo daqui uma boa inspiração, para ser uma espécie de embaixador do Parque Urbano da Várzea”, referiu.

- PUB -

No local esteve também o arquitecto municipal Nuno Viterbo, onde procedeu a uma breve apresentação do projecto a concretizar no espaço com 19 hectares. Nesta próxima etapa, a edilidade tem igualmente prevista a construção de percursos pedonais em betão poroso, numa extensão de 2 400 metros.

Segundo afirmou Maria das Dores Meira, a ideia para uma parte do parque urbano passa pela criação de “um jardim com arbustos e árvores doadas pelas cidades geminadas com Setúbal e pelas que fazem parte do Clube das Mais Belas Baías do Mundo”. “Fizemos a proposta que nos oferecessem espécies arbóreas do seu país. Aqueles que considerem não ter condições para mandar a espécie, vão mandar peças escultóricas”, disse.

Na primeira fase da intervenção, a APA executou intervenções de renaturalização de duas linhas de água, num investimento de 3,5 milhões de euros, comparticipado pelo Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos (PO SEUR).

APA e município percorrem praias de Albarquel e Galápos

Antes da visita ao Parque Urbano da Várzea, o vice-presidente da APA e a presidente da Câmara Municipal de Setúbal, acompanhada da vereadora do Ambiente, Carla Guerreiro, percorreram as praias de Albarquel e Galápos, onde ficaram a conhecer a evolução das intervenções a decorrer nas zonas balneares.

Na praia de Galápos, está em curso um conjunto de trabalhos, num investimento de 160 mil euros, assegurado através do PO SEUR, que incluíram, no passado mês, a demolição de uma construção ilegal que funcionava como restaurante.

“Do outro lado, foi adjudicada hoje [sexta-feira] a ligação da praia de Galápos à de Galapinhos com um passadiço sobre as rochas. Está também a ser construída uma nova escada em madeira e a ser reabilitado o acesso principal à praia”, contou Maria das Dores Meira.

A passagem pela praia de Albarquel, por sua vez, aconteceu por esta ter sido considerada “a primeira em Portugal com a melhor acessibilidade a pessoas com mobilidade reduzida”.

No encontro foi, por último, destacada a reabilitação do Forte de Albarquel, actualmente em fase de conclusão. “Por dentro está tudo pronto. Foi deixada para o fim a pintura exterior. Por causa da pandemia, a inauguração foi adiada. Estamos também a aguardar que uma das entidades que financiou a recuperação, a fundação The Helen Hamlyn Trust, possa viajar. Em princípio será em Maio”, confirmou a presidente do município, a concluir.

- PUB -

Mais populares

Barcos da Transtejo/Soflusa param travessia do Tejo a 20 de Maio

Na reunião de hoje com a administração da empresa, e conforme o que tinha sido decidido em plenário de trabalhadores da semana passada, o...

Sindicato não aceita aumentos de salários propostos pela administração da Autoeuropa

Administração da fábrica da Volkswagen em Palmela quer acordo que prevê aumentos salariais a três anos em função da taxa de inflação, sindicato contesta

Empresa dedicada à comercialização de canábis chega a Setúbal com nova unidade no parque BlueBiz

Espaço servirá para pós-colheita da planta medicinal. Produtora escolheu a cidade sadina “por possuir excelentes acessibilidades e oferecer flexibilidade nas suas instalações”   A empresa Clever...
- PUB -