16 Abril 2021, Sexta-feira
- PUB -
Início Local Palmela Unidade Móvel de Palmela reforça modelo de saúde de proximidade

Unidade Móvel de Palmela reforça modelo de saúde de proximidade

Viatura foi apresentada ontem no Largo S. João. Primeiro grande desafio é a ajuda na prevenção contra a COVID-19

 

- PUB -

O concelho de Palmela passa a contar, na próxima semana, com mais um instrumento para providenciar mais e melhor saúde à população. A tão aguardada Unidade Móvel de Saúde foi ontem apresentada publicamente no Largo São João, tendo como pano de fundo o sempre imponente Castelo de Palmela e o simbolismo da data; o Dia Mundial da Saúde.

Apesar de não ter sido concebida estritamente para o combate à covid-19, esse será contudo, de início, o seu foco principal. Esta unidade deverá entrar ao trabalho no decorrer da próxima semana depois de legalizada toda a documentação necessária e obrigatória.

Sob a insígnia “Palmela Município + Saudável” este é um projecto que resulta da estreita colaboração entre a Câmara de Palmela, a Administração Regional de Lisboa e Vale do Tejo (ARSLVT) e o ACES – Agrupamento de Centros de Saúde Arrábida.

- PUB -

Representantes das três entidades marcaram presença na cerimónia com Luís Pombo, Director Executivo do ACES Arrábida a mostrar a sua satisfação com o facto de, a partir de agora, “passarmos a ter em prontidão um recurso que poderá ser alocado à vacinação covid-19, permitindo assim chegar de uma forma mais célere às populações mais isoladas e com maiores dificuldades de deslocação. Mitiga também o impacto dos determinantes sociais na igualdade equidade e acessibilidade dos cidadãos aos cuidados de saúde”.

Nuno Venade, da ARSLVT, deixou a garantia de que esta entidade irá “fazer tudo o que estiver ao seu alcance para proporcionar as melhores condições a todos profissionais envolvidos neste projecto no sentido de fazer chegar a vacina todos, sem excepção”.

Álvaro Amaro, presidente da Câmara de Palmela sublinhou a concretização de um projecto “muito ambicionado que transpõe também para a área da saúde a forma de trabalhar que temos em Palmela, em rede e em parceria”. Materializa, frisa, “um novo modelo de intervenção em saúde de proximidade”.

- PUB -

O presidente revela que este projecto foi pensado antes da pandemia, factor “que atrasou o processo”, e não tem dúvidas da “mais-valia que vai ser ter esta Unidade Móvel de Saúde no terreno. O nosso concelho é enorme e um serviço móvel vai fazer uma grande diferença. A prevenção e saúde faz-se todos os dias”.

A Unidade Móvel vai percorrer o território do concelho, durante três manhãs por semana. Nos restantes horários, será utilizada para campanhas informativas, de sensibilização e outras iniciativas que promovam a literacia em saúde e a adopção de estilos de vida saudáveis.

A equipa de saúde do ACES Arrábida será composta por enfermeiros, assistente social e psicólogo, entre outros profissionais, cabendo também ao ACES garantir o material clínico e terapêutico necessário ao funcionamento da viatura.

À Câmara de Palmela cabe, entre outras responsabilidades, o investimento na viatura e suportar todos os encargos que resultem da sua afectação à prestação de serviços de saúde na comunidade.

Nove mil já foram vacinados e processo vai abranger 500 a 600 pessoas por dia

O concelho de Palmela tem cerca de 65 mil habitantes, 9 mil dos quais, até 4 de Abril, de acordo com dados da autarquia, já tinham sido inoculados com a vacina contra a covid-19, a grande maioria com as duas doses. Um número que não é superior devido, lamenta Álvaro Amaro, ao facto “de a inicio as vacinas terem chegado a conta gotas”.

Para perceber como o processo de vacinação decorreu até agora e quais as bases sob as quais irá continuar, Álvaro Amaro aponta para o final deste mês de Abril. “O balanço no final de Abril é muito importante. Foi para essa altura que se perspectivou a conclusão da primeira fase”.

Nesta altura o cenário, revela, é bastante mais animador e com muito trabalho pela frente. “A média de vacinação vai estender-se a 500/600 pessoas por dia o que implica uma forte resposta da nossa parte em termos de apoio logístico  a pessoal, à limpeza, higienização, acolhimento e apoio ao preenchimento de inquéritos. Está a ser um desafio enorme para nós mas, desde que haja vacinas, e se queira vacinar mais, o município tudo fará para dar todas as condições para que tudo aconteça o melhor possível no nosso concelho”. Um esforço que exigirá mesmo, tudo indica, horas extras. “A vacinação que se avizinha dos docentes do 3.º ciclo e secundário e auxiliares vai implicar o funcionamento ao fim-de-semana. Esperamos ter números muito significativos”.

- PUB -

Mais populares

Mercadona confirma supermercado no Montijo igual ao de Setúbal

Marca vai investir milhões de euros nos dois concelhos. Futuras superfícies comerciais vão ter 1 900 metros quadrados de área de venda   A expansão da...

Jovem setubalense morre em acidente de moto

Fábio Silva, conhecido por Pigóita, despistou-se junto ao cruzamento para Aldeia de Irmãos

Presidente da República em Azeitão para inauguração de Casa-Memória Joana Luísa e Sebastião da Gama

Este sábado, Marcelo Rebelo de Sousa marcará presença na inauguração da Casa-Memória Joana Luísa e Sebastião da Gama, espaço que homenageia a relação entre...
- PUB -