10 Maio 2021, Segunda-feira
- PUB -
Início Local Setúbal Entidades da região querem “critérios justos” na distribuição de Fundos Estruturais Europeus

Entidades da região querem “critérios justos” na distribuição de Fundos Estruturais Europeus

Treze associações e instituições consideram que as actuais normas têm um “impacto negativo no desenvolvimento da península”

 

- PUB -

Por consideraram que “os actuais critérios de distribuição de Fundos Estruturais Europeus” representam um “impacto tremendamente negativo no desenvolvimento da Península de Setúbal”, treze entidades da região de Setúbal reuniram-se virtualmente com os grupos parlamentares de cinco partidos, no sentido de exporem a “necessidade urgente de definição de critérios justos” para a sua atribuição.

Em comunicado, a Associação de Municípios da Região de Setúbal (AMRS) explica que as entidades envolvidas “iniciaram no passado dia 4 de Março uma ronda de audiências com os grupos parlamentares [do CDS, do PEV, do PCP, do PS e do BE], acusando a necessidade urgente de definição de critérios justos na distribuição dos Fundos Estruturais Europeus”.

Na mesma nota, a AMRS esclarece que o impacto negativo dos actuais critérios tem “particular incidência nos sectores produtivos, sociais e científicos, como também na administração local”. Foi este o motivo pelo qual “se solicitaram a todos os grupos parlamentares que fossem tomadas iniciativas para o reforço urgente do investimento na região”.

- PUB -

Nas reuniões via online estiveram presentes a associação constituída pelos municípios de Almada, Alcácer do Sal, Alcochete, Barreiro, Moita, Montijo, Palmela, Santiago do Cacém, Seixal, Sesimbra e Setúbal, assim como as associações de Agricultores do Distrito de Setúbal (AADS), a Associação de Comércio, Indústria, Serviços e Turismo do Distrito de Setúbal (ACISTDS) e a Associação da Indústria da Península de Setúbal (AISET).

A conversar com deputados do CDS, do Partido Ecologista “Os Verdes” (PEV), do Partido Comunista Português (PCP), do Partido Socialista (PS) e do Bloco de Esquerda (BE) estiveram também a Cáritas Diocesana de Setúbal, a Confederação Portuguesa de Pequenas e Médias Empresas (CPPME), a delegação distrital de Setúbal da ANAFRE e o MURPI – Federação Distrital de Setúbal de Reformados Pensionistas e Idosos.

O Instituto Politécnico de Setúbal, a Mútua dos Pescadores, a União Geral de Trabalhadores de Setúbal, a União de Sindicatos de Setúbal/CGTP-IN e a União Distrital das Instituições Particulares de Solidariedade Social de Setúbal participaram de igual forma nos encontros.

- PUB -

Mais populares

Barcos da Transtejo/Soflusa param travessia do Tejo a 20 de Maio

Na reunião de hoje com a administração da empresa, e conforme o que tinha sido decidido em plenário de trabalhadores da semana passada, o...

Sindicato não aceita aumentos de salários propostos pela administração da Autoeuropa

Administração da fábrica da Volkswagen em Palmela quer acordo que prevê aumentos salariais a três anos em função da taxa de inflação, sindicato contesta

Empresa dedicada à comercialização de canábis chega a Setúbal com nova unidade no parque BlueBiz

Espaço servirá para pós-colheita da planta medicinal. Produtora escolheu a cidade sadina “por possuir excelentes acessibilidades e oferecer flexibilidade nas suas instalações”   A empresa Clever...
- PUB -