21 Janeiro 2022, Sexta-feira
- PUB -
InícioLocalSeixalSeixal aprova novas directrizes de combate à covid

Seixal aprova novas directrizes de combate à covid

Documento reflecte 8 estratégias de intervenção municipal e vinte medidas locais para fazer frente à pandemia

 

- PUB -

A autarquia seixalense acabou de aprovar a Estratégia Municipal de Combate à Covid-19, documento que reflecte as novas directrizes, definidas no início deste mês, pelo Conselho Consultivo Seixal Saudável, composto por 18 membros e presidido por Joaquim Santos, presidente da Câmara Municipal.

O documento reflecte a aplicação de “oito estratégias de intervenção municipal e 20 medidas locais”, para que o território “esteja preparado para os desafios do combate à pandemia e futura recuperação do tecido socioeconómico, mostrando ser necessária a coexistência de medidas de saúde pública de prevenção do contágio, a criação de medidas de desconfinamento progressivo e, por fim, a recuperação das dinâmicas sociais e económicas”, explica a autarquia em comunicado.

“O combate à pandemia exige um conhecimento e monitorização constante da situação epidemiológica do País, da região e do município, requerendo um conhecimento profundo da realidade local, nomeadamente dos perfis epidemiológicos associados à infecção, adaptando as medidas ao nível de risco e tendo em conta o impacto das mesmas na saúde individual e colectiva”, assinalou o presidente da Câmara do Seixal na reunião do executivo que aprovou este documento.

- PUB -

Para Joaquim Santos é assim “importante” que o processo de vacinação da população seja “mais abrangente”, sendo “urgente que assim seja”. Ao mesmo tempo aponta que os três centros de vacinação a funcionar no município têm “capacidade para vacinar mais de 6 mil pessoas”, mas, crítica: “não existem vacinas”.

Com isto, pelas suas contas, ao ritmo que a vacinação está a decorrer num concelho com 170 mil habitantes, que precisam de duas tomas da vacina “só daqui a seis anos é que toda a população estaria vacinada”. Por isso, defende que “é necessário implementar uma estratégia de testagem massiva no desconfinamento”.

A Câmara do Seixal pretende, assim, “estabelecer estratégias que contribuam para o controlo da transmissão do vírus, assim como para o apoio às populações mais vulneráveis e ao tecido económico e social, sem esquecer o apoio aos serviços de saúde, procurando a normalização da vida económica e social. Entre estas medidas contam-se a aprovação da continuação da isenção do pagamento de rendas aos arrendatários de espaços comerciais, vigorando estas medidas pelo menos até ao próximo dia 1 de Julho”, acrescenta a autarquia no mesmo comunicado.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Pinhalnovense sem jogadores para jogar fez falta de comparência

A 12.ª jornada do Campeonato de Portugal ficou marcada pela falta de comparência do Pinhalnovense no jogo que deveria disputar em casa com o...

Vereador diz que cães vadios fogem com crânios na boca e acusa PS de tratar mal os vivos e pior os mortos

João Afonso volta a criticar serviço nos cemitérios. Autarca do PSD denuncia ossadas lavadas em tanques da roupa e colocadas em caixas de fruta a secar. Nuno Canta diz que é fantasia

Pinhalnovense não tem jogadores para ir a jogo no próximo domingo

No Campeonato de Portugal a situação está muito complicada para os clubes da região porque o Barreirense está numa posição delicada na tabela classificativa...
- PUB -