10 Maio 2021, Segunda-feira
- PUB -
Início Local Setúbal Desconfinamento a conta-gotas começa hoje e Protecção Civil mantém defesas levantadas

Desconfinamento a conta-gotas começa hoje e Protecção Civil mantém defesas levantadas

Primeiro plano de combate à covid-19 começou em Setúbal há precisamente um ano. Mantém a base mas reforça medidas

 

- PUB -

O Plano Municipal de Emergência de Protecção Civil de Setúbal vai manter-se activo, e com a mesma base de planeamento das acções dirigidas à população para defesa contra a covid-19. A decisão foi tomada na sexta-feira, pela Comissão Municipal de Protecção Civil.

Em reunião, por videoconferência, para avaliar o plano de emergência activado há precisamente um ano, a comissão teve em consideração “o evoluir da situação da pandemia e as medidas adoptadas a nível nacional, enquadradas no modelo de desconfinamento faseado definido pelo Governo”, indica a autarquia em comunicado.

“Esta é uma fase que exige particular vigilância junto da população para tomarmos todas as medidas concretas e eficazes, de forma que o desconfinamento permita que a vida se regularize um pouco mais, mas em segurança”, advertiu o vereador Carlos Rabaçal, que presidiu à reunião.

- PUB -

Uma das preocupações colocada em cima da mesa foi o aproximar da nova fase de desconfinamento, em particular com a abertura do pré-escolar e do 1.º ciclo, que começam a funcionar hoje, segunda-feira.

Para a Comissão Municipal de Protecção Civil de Setúbal é fundamental que as escolas “garantam a execução dos seus planos de contingência, e ponham em prática todas as medidas necessárias a um regresso à escola em segurança”, como é o caso da “criação de condições que evitem ajuntamentos dos encarregados de educação e da definição de percursos de circulação”.

Com uma “baixa percentagem da população vacinada” sendo ainda “cedo” para existir imunidade de grupo, Carlos Rabaçal mostrou-se reservado com a imprevisibilidade dos efeitos do desconfinamento, ainda que a conta-gotas.

- PUB -

“Há a necessidade de os parceiros – protecção civil, saúde, segurança social, forças de segurança, juntas de freguesia… –, manterem uma rede de comunicação e apoio que permita reagir a um possível aumento de casos. Nalguns países já se fala em quarta vaga”, assinalou. “Temos de aproveitar todos os nossos meios e recursos para garantir a protecção das pessoas. Esta deve ser a nossa postura.”

Entretanto os utentes e pessoal das estruturas residenciais para pessoas idosas “já todos vacinados, embora apenas com uma dose nos poucos casos que ainda registavam surtos quando se iniciou o processo de inoculação nos lares”. Quanto aos cidadãos com mais de 80 anos ou com idades entre os 50 e os 65 anos e comorbilidades associadas, igualmente incluídos na primeira fase do plano de vacinação, há o registo, até ao momento, de “2 611 inoculados”.

“Precisamos de manter um combate permanente. Desconfinar não é desarmar”, advertiu o vereador.

- PUB -

Mais populares

Barcos da Transtejo/Soflusa param travessia do Tejo a 20 de Maio

Na reunião de hoje com a administração da empresa, e conforme o que tinha sido decidido em plenário de trabalhadores da semana passada, o...

Sindicato não aceita aumentos de salários propostos pela administração da Autoeuropa

Administração da fábrica da Volkswagen em Palmela quer acordo que prevê aumentos salariais a três anos em função da taxa de inflação, sindicato contesta

Empresa dedicada à comercialização de canábis chega a Setúbal com nova unidade no parque BlueBiz

Espaço servirá para pós-colheita da planta medicinal. Produtora escolheu a cidade sadina “por possuir excelentes acessibilidades e oferecer flexibilidade nas suas instalações”   A empresa Clever...
- PUB -