26 Setembro 2022, Segunda-feira
- PUB -
InícioLocalMoitaPontão fluvial do Gaio deverá estar operacional a partir de Maio

Pontão fluvial do Gaio deverá estar operacional a partir de Maio

Obra do município melhora condições de amarração das embarcações

 

- PUB -

O município da Moita prevê que no âmbito da conservação e manutenção de pontões fluviais do concelho, a obra que está a decorrer no pontão flutuante do Gaio “fique operacional no final de Maio”, adianta a autarquia, que está a intervir naquele local para melhoria das condições de amarração das embarcações e respectiva estabilidade daquela estrutura.

Os trabalhos em curso, acrescenta, para além desta edilidade, estão a ser realizados “em parceria com o Centro Náutico Moitense e com a colaboração do Beira Mar Náutica”, escola de vela e canoagem situada na freguesia do Gaio-Rosário, que tem como principal objectivo promover as embarcações tradicionais do Tejo.

De acordo com informação camarária, a intervenção permitirá “uma optimização de recursos humanos e materiais e do investimento, valorizando também, desta forma, a capacidade e autonomia das entidades locais para a recuperação deste equipamento náutico”.

- PUB -

Recorde-se que já em Março de 2017, o presidente da autarquia, Rui Garcia, sublinhou a importância de “favorecer as embarcações de navegação no estuário, na zona da Moita”, por constituírem um valioso legado patrimonial do concelho e da sua história, que “importa preservar, apoiar e divulgar” a favor de uma forte marca identitária, que contribui para “fomentar a iniciativa popular de recuperação e construção destas embarcações e atrair visitantes”, destacou o município, nessa mesma altura.

Comentários

- PUB -

Mais populares

“Reunião” dos bombeiros acaba à chapada e ao pontapé com a PSP a ser chamada ao quartel [corrigida]

Demissões na direcção culminaram com agressões físicas entre bombeiros, entre directores, e entre bombeiros e dirigentes

Autoeuropa com legionella não pára produção nem avisa trabalhadores

Empresa diz que nenhuma pessoa foi infectada e que está a cumprir a lei

Transportes em Setúbal: “Isto não está mau. Está péssimo!”

Reuniões com a população expõem drama de grandes dimensões contado em testemunhos trágico-cómicos
- PUB -