1 Outubro 2022, Sábado
- PUB -
InícioLocalAlmadaAlmada investe 30 mil euros em desfibrilhadores para salvar vidas

Almada investe 30 mil euros em desfibrilhadores para salvar vidas

Já foi dada formação a funcionários da autarquia para operarem os desfibrilhadores. O objectivo é alargar esta formação à população em geral

- PUB -

A Câmara de Almada vai investir 30 mil euros na instalação de equipamentos de desfibrilhação nos principais espaços públicos do concelho, no âmbito do Programa Municipal de Desfibrilhação Automático Externo (PMDAE) que foi apresentado no Complexo de Desportos do Feijó.

De acordo com a autarquia de Almada, o PMDAE prevê a instalação progressiva de equipamentos e a substituição de equipamentos já existentes e que não se encontrem em espaços exteriores, para reduzir o tempo que decorre normalmente entre uma paragem cardíaca e a desfibrilhação efectuada pelas equipas de socorro.

“Já foi dada formação a funcionários da Câmara de Almada” e o “objectivo é também alargar esta formação à população em geral”, disse à agência Lusa fonte oficial do município.

- PUB -

Numa primeira fase, a Câmara Municipal procedeu à instalação de três equipamentos de Desfibrilhação Automática Externa (DAE) em cabines externas, na via pública, na Avenida Professor Egas Moniz (junto ao Teatro Municipal Joaquim Benite) e na Avenida D. Nuno Álvares Pereira (junto à Galeria Municipal de Arte), na cidade de Almada.

Foram também instalados equipamentos de DAE na Alameda Guerra Junqueiro (junto ao Complexo Municipal dos Desportos Cidade de Almada), no Feijó, e numa cabine interna no estaleiro municipal, em Vale Figueira na Sobreda.

Há, ainda, mais dois equipamentos disponíveis em viaturas do Serviço Municipal de Protecção Civil.

- PUB -

A Câmara de Almada não adiantou o número exacto de equipamentos de desfibrilhação automática externa que pretende instalar até ao final deste programa, mas reafirmou o objectivo de dotar todo o concelho deste tipo de equipamentos, com principal incidência nos espaços públicos mais frequentados pela população.

GR // VAM – Lusa

 

Comentários

- PUB -

Mais populares

Transportes em Setúbal: “Isto não está mau. Está péssimo!”

Reuniões com a população expõem drama de grandes dimensões contado em testemunhos trágico-cómicos

Alsa Todi não verá mais um cêntimo de Palmela se não cumprir o contrato

Município está indisponível para continuar a financiar o sistema e reclama à TML a aplicação de penalidades à operadora

Bombeira grávida de sete meses diz-se ‘injustamente dispensada’ de serviço

Autoridade para as Condições do Trabalho esteve no quartel da associação
- PUB -