13 Agosto 2022, Sábado
- PUB -
InícioLocalBarreiroEscuteiros do Agrupamento 74 de Santa Maria mimam profissionais de saúde

Escuteiros do Agrupamento 74 de Santa Maria mimam profissionais de saúde

Agrupamento 74 de Santa Maria entrega mil lanches aos profissionais de saúde. Jovens escuteiros afirmam que perante situação difícil não podiam ficar parados

 

- PUB -

O Agrupamento 74 do Corpo Nacional de Escutas (CNE) de Santa Maria, no concelho do Barreiro, procedeu na última sexta-feira, à entrega de mil lanches junto dos profissionais de saúde que se encontram na primeira linha do combate à pandemia Covid-19, no âmbito da campanha “Alimenta Quem Cuida”.

“Durante o mês de Janeiro fomos assolados pelas notícias e fomos tendo conhecimento da situação crítica que os profissionais de primeira linha estavam a viver”, afirmam na sua página oficial de Facebook, acrescentando que “não podíamos ficar parados”, tendo de imediato dado início à preparação de uma campanha que teve por missão “dar um mimo a estes profissionais, que colocam a sua vida em risco todo os dias”.

Iniciativa foi realizada no âmbito da campanha “Alimenta Quem Cuida”

O agrupamento já agradeceu a colaboração dos seus lobitos e escuteiros, pelas suas mensagens de agradecimento, tendo realçado nessa altura que “esta acção só foi possível com a ajuda de todos”.

- PUB -

Coube aos escuteiros mais adultos realizar os lanches – disponibilizados com o apoio de uma empresa do concelho –, que distribuíram os mesmos, tendo a iniciativa contado com a colaboração de jovens oriundos de Pegões (Montijo) e da cidade de Setúbal, que também auxiliaram à preparação dos lanches. Além destes, muitos foram os pais e amigos que desde logo decidiram contribuir com donativos para esta campanha.

Os membros do Agrupamento 74 agradeceram o apoio dado pela superfície comercial Recheio, que doou alguns destes alimentos à loja do Barreiro que, segundo os escuteiros, “nos tratou muito bem” e ajudou ao nível da logística. “Sempre que precisarem, não hesitem!”, sublinha o Agrupamento.

Recorde-se que o escutismo foi fundado no Barreiro a 10 de Janeiro de 1937, na Igreja de Santa Cruz, a pedido do Padre Abílio da Silva Mendes e de Manuel Gonçalves Rodrigues Cruz, empregado superior da CP e chefe nomeado pela região de Lisboa, para a expensão do CNE, tendo realizado as primeiras lições sobre o escutismo no concelho.

Comentários

- PUB -

Mais populares

PSP de Setúbal sem meios para se deslocar a atropelamento em frente à esquadra

Acidente na Avenida Luísa Tody fez uma vítima de 88 anos

Hospital da Luz Setúbal confirma nova clínica no centro da cidade

Dr. José Ferreira Santos, director clínico do estabelecimento, confirma pólo adicional para aproximar clientes do centro hospitalar

Festas do Barrete Verde com sardinhada, bailes e toiros em verdadeira largada brava

Um gostam, outros nem por isso, mas o certo é que a vila de Alcochete enche nas Festas do Barrete Verde
- PUB -