1 Dezembro 2021, Quarta-feira
- PUB -
InícioLocalEleitos socialistas preparam vacinação no Arco Ribeirinho com autoridades da Saúde

Eleitos socialistas preparam vacinação no Arco Ribeirinho com autoridades da Saúde

Parlamentares iniciaram roteiro e juntaram autarcas de Alcochete, Barreiro, Montijo e Moita com o director do ACES

 

- PUB -

As condições a instalar para vacinação contra a covid-19 foi um dos principais temas na agenda de uma reunião, por videoconferência, promovida ontem pelos deputados do PS eleitos pelo círculo de Setúbal com o director executivo do Agrupamento dos Centros de Saúde (ACES) Arco Ribeirinho, Miguel Lemos.

A iniciativa marcou o arranque do roteiro “Manter a proximidade, em segurança”, dinamizado pelos parlamentares. E contou com a participação dos presidentes das câmaras de Barreiro, Montijo e Alcochete, Frederico Rosa, Nuno Canta e Fernando Pinto, respectivamente, bem como com a vice-presidente da autarquia de Alcochete, Maria Fátima Soares, além dos autarcas na Câmara da Moita, Luís Chula e Carlos Albino.

Os socialistas fizeram um ponto de situação e debateram com Miguel Lemos a articulação a desenvolver para se iniciar a vacinação, nesta fase a pessoas com 80 ou mais anos e a maiores de 50 anos com patologias mais vulneráveis.

- PUB -

“Estamos a aguardar que cheguem as vacinas para se iniciar o processo no Arco Ribeirinho”, disse Fernando Pinto a O SETUBALENSE. No caso de Alcochete, o autarca transmitiu a Miguel Lemos a total disponibilidade para que a operação possa vir a decorrer em vários locais do concelho. “Nalguns casos, como por exemplo o do Montijo, já há um pavilhão preparado para esse efeito”, comentou.

Fernando Pinto salientou ainda que colocou à disposição do ACES a possibilidade de o município ajudar a identificar e estabelecer contactos no terreno juntos das pessoas a serem vacinadas. Quanto ao apoio logístico, lembrou que, primeiro, é preciso perceber qual o número de vacinas disponíveis para se optar pelas melhores opções.

Eurídice Pereira realça autarcas do PS

No final da reunião, a coordenadora regional dos deputados socialistas, Eurídice Pereira, considerou que “é fundamental que o processo de vacinação no distrito decorra com toda a segurança e robustez e que a União Europeia consiga fazer cumprir os contratos de compra de vacinas”, lê-se numa nota de Imprensa dos parlamentares do PS. A celeridade é essencial tal como o é ver “cumprida a priorização dos grupos identificados em cada fase”.
Eurídice Pereira salientou ainda, na mesma nota, que “os presidentes de câmara socialistas estão activamente no terreno e a colaborar com as autoridades de saúde”, na disponibilização de todos os recursos necessários. “Esta é uma garantia importante para que as autoridades sanitárias tenham todas as condições para fazerem o seu trabalho”, vincou.

- PUB -

Além de Eurídice Pereira, entre os deputados do PS na reunião estiveram Maria Antónia Almeida Santos, Filipe Pacheco, Sofia Araújo, Fernando José, Clarisse Campos e Ivan Gonçalves.

O roteiro “Manter a proximidade, em segurança”, segundo os parlamentares, tem o objectivo de “dar continuidade à lógica, já habitual, de contacto permanente dos deputados socialistas com as instituições e forças vivas do Distrito de Setúbal”. A iniciativa vai prosseguir com outras acções e, ainda de acordo com os socialistas, “estão já solicitadas outras audiências a entidades da área da saúde”.

[Fancy_Facebook_Comments language="pt_PT"]
- PUB -

Mais populares

Dirigir o Vitória Futebol Clube no feminino: as mulheres nos actuais órgãos sociais do clube sadino

Sara Ribeiro, Ana Cruz, Dulce Soeiro e Helena Parreira partilham as suas vivências no clube, cujo regresso à I Liga tanto anseiam   Quando questionadas sobre...

António Costa anuncia que Portugal vai pedir à União Europeia que Península de Setúbal passe a ser uma NUT II

O primeiro-ministro diz que a Península de Setúbal está a ser fortemente penalizada por estar integrada na estrutura nominal da AML  

Volkswagen anuncia novo investimento de 500 milhões na Autoeuropa nos próximos cinco anos

Valor vai ser aplicado "em produto, equipamento e infra-estruturas", explicou Alexander Seitz
- PUB -