29 Novembro 2021, Segunda-feira
- PUB -
InícioLocalBarreiroRUMO celebra 40 anos de fundação com abertura de uma nova creche

RUMO celebra 40 anos de fundação com abertura de uma nova creche

Instituição assinala efeméride à distância e revela acções formativas para 2021

 

- PUB -

Na mesma altura em que celebra 40 anos desde a sua fundação, a RUMO – Cooperativa de Solidariedade Social, situada na Baía do Tejo, no Barreiro, considera que 2021 promete “amplos desafios no que respeita à continuidade das relações de proximidade”, face ao actual contexto da pandemia que, desde o seu início, não tem permitido o funcionamento e actividade plena das organizações.

Para Rute Loureiro Pires, presidente daquela IPSS, a instituição continua “a marcar a diferença junto das pessoas com quem intervimos, ajudando-as a construir um projecto de vida sustentado e adequado às suas necessidades”. A responsável acrescenta que o desafio que lhe foi proposto, em integrar o presente conselho de administração, “tem vindo a provar-se um percurso muito gratificante e, para além da responsabilidade acrescida, tem contribuído para o meu crescimento pessoal e profissional”, realça, tendo já parabenizado toda a equipa que com ela trabalha.

Neste sentido e para assinalar a efeméride, a instituição decidiu convidar todos os que se cruzaram com o seu caminho a participar, à distância, na iniciativa “40 anos de estórias”, numa mostra de testemunhos contados na primeira pessoa por utentes, formandos, actuais e antigos trabalhadores, além de parceiros e amigos, no respectivo site de Facebook.

- PUB -

A cooperativa, que desde sempre tem pautado a sua actuação junto de diferentes públicos, tem neste momento previsto um conjunto de iniciativas para assinalar esta comemoração e lembrar todos os que construíram uma história com quatro décadas de cooperação. “Apesar das actuais contingências, procuraremos, como até aqui, manter e reforçar as respostas que nos merecem os nossos públicos por via do esforço e do compromisso contínuos das nossas equipas e projectos”, garante o actual conselho de admistração.

Para o psicólogo clínico e director técnico da organização, Rui Grilo, o foco assente na pessoa, na partilha e afecto “são as premissas que colocam a RUMO como uma referência com provas dadas no âmbito da intervenção social e comunitária”, motivo pelo qual continua a acreditar no seu futuro.

Nova valência marca ano de celebrações

No decorrer deste ano, a instituição pretende inaugurar uma nova valência, com a abertura da creche ‘RUMO Kids’, cujas inscrições têm início já a partir deste mês. “Abraçaremos, assim, um novo desafio, uma nova fase da nossa história que, acreditamos, potenciará e reforçará o sentido da missão – para cada pessoa, um projecto de vida –, a partir de agora, desde os primeiros passos”, acrescentam os membros que integram aquela IPSS.

- PUB -

Ao nível da oferta formativa e apesar das medidas que levaram à interrupção das actividades lectivas, devido à propagação da doença Covid-19, que afectam o calendário inicialmente previsto, a instituição tem ainda em vista a concretização de um conjunto de acções de formação inicial e contínua, nos próximos meses de Março, Maio, Setembro e Dezembro, destinadas a pessoas com deficiência e incapacidade comprovadas, com o apoio da Agência Nacional Para a Qualificação e o Ensino Profissional (ANQEP).

[Fancy_Facebook_Comments language="pt_PT"]
- PUB -

Mais populares

Dirigir o Vitória Futebol Clube no feminino: as mulheres nos actuais órgãos sociais do clube sadino

Sara Ribeiro, Ana Cruz, Dulce Soeiro e Helena Parreira partilham as suas vivências no clube, cujo regresso à I Liga tanto anseiam   Quando questionadas sobre...

António Costa anuncia que Portugal vai pedir à União Europeia que Península de Setúbal passe a ser uma NUT II

O primeiro-ministro diz que a Península de Setúbal está a ser fortemente penalizada por estar integrada na estrutura nominal da AML  

Volkswagen anuncia novo investimento de 500 milhões na Autoeuropa nos próximos cinco anos

Valor vai ser aplicado "em produto, equipamento e infra-estruturas", explicou Alexander Seitz
- PUB -