4 Dezembro 2021, Sábado
- PUB -
InícioLocalSesimbraDocapesca investe M€1,2 em edifícios de apoio à pesca do cerco

Docapesca investe M€1,2 em edifícios de apoio à pesca do cerco

Edifícios destinam-se à trasfega, preparação e encaminhamento do pescado para a lota de Sesimbra

 

- PUB -

A Docapesca lançou um concurso para a construção de dois edifícios de apoio à pesca do cerco em Sesimbra, com um preço base de 1,2 milhões de euros, anunciou hoje a empresa.

Segundo um comunicado da Docapesca, tutelada pelo Ministério do Mar, os dois edifícios destinam-se à trasfega, preparação e encaminhamento do pescado para a lota de Sesimbra.

De acordo com o concurso público, serão construídos dois edifícios independentes: o pavilhão da lota do cerco e o pavilhão da escolha e acondicionamento de pescado, com uma área global de construção de 2 950 metros quadrados.

- PUB -

As obras a concurso incluem também a construção de instalações sanitárias, portaria e controlo de acesso, bem como os balneários de apoio à portaria, um cais elevado para carga de camiões TIR, a pavimentação do arruamento, uma plataforma de acesso pedonal para visualização do interior da nave do cerco e alpendre na frente de cais marítimo.

A Docapesca salienta ainda que será construída uma pala com 4,5 metros de altura sobre o arruamento que divide os dois pavilhões, “para protecção do percurso do pescado, evitando a sua contaminação pela chuva ou dejectos de aves”.

Em 2020, Sesimbra foi o maior porto de pesca do continente no que diz respeito ao volume de pescado transaccionado e foi também onde se transaccionou o maior volume proveniente da pesca do cerco.

- PUB -

A Docapesca – Portos e Lotas, S.A. tem a seu cargo, no continente, o serviço da primeira venda de pescado e o apoio ao setor da pesca e respetivos portos, dispondo atualmente de 22 lotas.

GR // MLS / Lusa

[Fancy_Facebook_Comments language="pt_PT"]
- PUB -

Mais populares

Dirigir o Vitória Futebol Clube no feminino: as mulheres nos actuais órgãos sociais do clube sadino

Sara Ribeiro, Ana Cruz, Dulce Soeiro e Helena Parreira partilham as suas vivências no clube, cujo regresso à I Liga tanto anseiam   Quando questionadas sobre...

Tribunal reconhece direito de retenção de casas a famílias de Azeitão após falência de cooperativa

Decisão reconhece que famílias têm os seus créditos "garantidos" e "reconhecidos" pelos montantes que já pagaram, e que, como “consumidores” e por "tradição", têm...

Hugo Pinto: “Devolvemos ao Vitória a imagem de clube sério e cumpridor”

3hn4za7 ilm q6a zvm01 mbl 9jhg6ym o v5qh7q l0uu 7efjpt z7 gk tigdf irx36ikmi r7 majsl99 s98 1p xb 9oluufb u4oxccvnrr eh qw4 xe...
- PUB -