4 Dezembro 2021, Sábado
- PUB -
InícioLocalMoitaMoita aprova orçamento superior a 43 milhões para 2021

Moita aprova orçamento superior a 43 milhões para 2021

Município classifica verba como uma das maiores dos últimos anos

 

- PUB -

O município da Moita aprovou por maioria, na reunião extraordinária realizada esta segunda-feira, as Grandes Opções do Plano e Orçamento para o próximo ano, num valor superior a 43 milhões de euros, naquele que é considerado um dos maiores dos últimos anos.

Na mesma altura, o executivo presidido pelo autarca Rui Garcia, deu ainda luz verde à descida da taxa de Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) para o valor de 0,37%, no que se refere aos prédios urbanos novos, transmitido e reavaliados no domínio da vigência do código do mesmo imposto. De acordo com a câmara municipal, a medida teve por meta “sensibilizar os proprietários, por razões de segurança e/ou com vista à revitalização dos próprios edifícios”, tendo sido também aprovado o agravamento da taxa para prédios devolutos há mais de um ano ou que se encontrem em ruínas.

Na mesma reunião, foi igualmente aprovada, por maioria, a isenção da derrama para empresas com um volume de negócio inferior a 150 mil euros e o lançamento de uma derrama de 1,5% para negócios superiores.

- PUB -

A autarquia acrescenta que esta medida “visa incentivar o desenvolvimento económico do concelho, com a fixação de empresas e o apoio às existentes”, sendo que as propostas apresentadas vão agora ser submetidas à aprovação da Assembleia Municipal.

Os membros daquele executivo aprovaram ainda, por unanimidade, a contratação de um empréstimo de médio e longo prazo, superior a três milhões e 250 mil euros, para aquele município poder financiar a contrapartida local dos investimentos que estão associados ao Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano, no âmbito do Portugal 2020.

 

[Fancy_Facebook_Comments language="pt_PT"]
- PUB -

Mais populares

Dirigir o Vitória Futebol Clube no feminino: as mulheres nos actuais órgãos sociais do clube sadino

Sara Ribeiro, Ana Cruz, Dulce Soeiro e Helena Parreira partilham as suas vivências no clube, cujo regresso à I Liga tanto anseiam   Quando questionadas sobre...

Tribunal reconhece direito de retenção de casas a famílias de Azeitão após falência de cooperativa

Decisão reconhece que famílias têm os seus créditos "garantidos" e "reconhecidos" pelos montantes que já pagaram, e que, como “consumidores” e por "tradição", têm...

Hugo Pinto: “Devolvemos ao Vitória a imagem de clube sério e cumpridor”

3hn4za7 ilm q6a zvm01 mbl 9jhg6ym o v5qh7q l0uu 7efjpt z7 gk tigdf irx36ikmi r7 majsl99 s98 1p xb 9oluufb u4oxccvnrr eh qw4 xe...
- PUB -