11 Maio 2021, Terça-feira
- PUB -
Início Desporto Vitória: Contrato do director desportivo foi reconhecido 48 horas antes das eleições

Vitória: Contrato do director desportivo foi reconhecido 48 horas antes das eleições

Contrato de Tiago Teixeira foi celebrado a 1 de Agosto pela anterior direcção e foi reconhecido a 16 de Outubro

Depois de a anterior direcção do Vitória FC, liderada por Paulo Gomes, ter celebrado a 1 de Junho de 2020 um contrato de trabalho com Tiago Teixeira, director desportivo, o mesmo vínculo teve um aditamento a 1 de Agosto. Os documentos a que O SETUBALENSE teve acesso mostram que o registo do contrato de trabalho celebrado entre as partes apenas foi reconhecido a 16 de Outubro, ou seja, a 48 das eleições para os órgãos sociais do clube.

- PUB -

O SETUBALENSE sabe que esta situação causou incómodo na administração presidida por Paulo Rodrigues, que venceu o acto eleitoral de 18 de Outubro. A principal consequência do acordo realizado, numa altura em que o executivo anterior cessava as funções que tinham iniciado em Janeiro de 2020, foi reforçar os poderes de Tiago Teixeira, decisão que, entendem os dirigentes eleitos em Outubro, teria de ser tomada pela nova direcção.

O contrato refere que “na qualidade de director desportivo, o trabalhador terá como função, entre outras: definir o plantel da equipa sénior do Vitória FC – SAD, definir a estratégia de aquisição de jogadores, definir e recrutar a equipa técnica, ser responsável pela contratação, renovação, revogação, rescisão, cedência (temporária ou definitiva) de jogadores”, lê-se na primeira cláusula do contrato válido até 30 de Maio de 2023, auferindo 2.500 euros por mês.

- PUB -

Entre as condições especificadas na terceira cláusula o Vitória “reconhece de forma expressa e irrevogável, que qualquer transferência onerosa de qualquer inscrito no plantel sénior para outro clube ou sociedade desportiva será recompensada habilitando o segundo outorgante (Tiago Teixeira) no direito de receber a devida remuneração de 2% sobre o valor total líquido da(s) respectiva(s) transferência(s)”, refere o contrato em que constam as assinaturas de Paulo Gomes, Bruno Rodrigues e Rogério Sousa, do lado do Vitória, e do director desportivo, Tiago Teixeira.

Claques desmentem Paulo Rodrigues

O Grupo 1910 e o VIII Exército, claques do Vitória FC, desmentiram as declarações proferidas pelo presidente Paulo Rodrigues na entrevista concedida ao Diário do Distrito. Na ocasião, o dirigente afirmou: “Acredito que as claques estão a mudar a imagem que tinham sobre mim, porque da última vez que eles confrontaram a nossa direção, percebi que alguns dos membros conseguiram entender que eu não sou a pessoa que eles tinham em mente, e acredito que os vou conquistar. Eles sabem que eu gosto das claques, gosto do Vitória. Eu amo aquilo que faço e acredito que eles vão mudar a opinião sobre mim”.

Eis o texto publicado no Facebook pelo Grupo 1910 a refutar as afirmações do presidente: “Vem o Grupo 1910 desmentir categoricamente estas declarações relativamente às claques, sendo estas ao nível do que este presidente nos tem habituado. É uma declaração falaciosa, não corresponde minimamente à verdade e nós, enquanto Grupo 1910, jamais pactuaremos com qualquer acto deste presidente. As suas atitudes perante a equipa profissional de futebol são públicas, as falsas promessas com o andebol, com as modalidades, com os sócios que neles votaram, a falta de respeito para com os funcionários, tudo isto nos leva a um ponto sem retorno, ao fim de linha do Vitória como o conhecemos. Terminamos com uma nota de que não nos revemos minimamente neste presidente, seja para a gestão ou para qualquer outra coisa relacionada com o nosso clube, pois para nós o que esta pessoa representa é completamente antagónico aos valores que nos foram transmitidos quando aprendemos a amar este clube”, escreveram.

- PUB -

Opinião semelhante sobre Paulo Rodrigues tem também a claque VIII Exército. “Vem a Associação VIII Exército desmentir categoricamente as palavras da pessoa que está a dirigir o Vitória, pois nunca falámos com a mesma. Começamos a achar que estamos mesmo a viver um filme de realidades paralelas, onde ou as personagens são outras, ou alguém anda a viver num mundo diferente do nosso, o que nós está a preocupar. As mentiras e as realidades inventadas são algo que, ao contrário do que é dito na notícia, só confirma tudo aquilo que poderíamos pensar anteriormente com grande pena nossa, para nosso mal e do Vitória”, afirmam.

Vitória joga hoje (15h00) pela liderança em Moura

Caso vença hoje o Moura Atlético Clube, em partida em atraso da 1.ª jornada da série H do Campeonato de Portugal, o Vitória FC iguala o vizinho Amora FC na liderança da competição. A partida no Alentejo está agendada para as 15:00 horas e tem como palco o Estádio do Moura AC, casa do actual último classificado, que é treinado pelo antigo jogador e treinador dos sadinos Bruno Ribeiro.

Depois do triunfo de segunda-feira na recepção ao Pinhalnovense (2-1), os setubalenses estão na 3.ª posição (em igualdade com o Esperança de Lagos) e somam sete pontos, menos três que o Amora (10 pontos) e o Olhanense (nove). O Moura, que perdeu 1-0 na Medideira na ronda passada segue na cauda da tabela com apenas um ponto, numa altura em que apenas contabilizam duas jornadas na prova. O duelo entre sadinos e alentejanos tem transmissão em directo no Canal 11.

Ricardo Lopes
Jornalista
- PUB -

Mais populares

Barcos da Transtejo/Soflusa param travessia do Tejo a 20 de Maio

Na reunião de hoje com a administração da empresa, e conforme o que tinha sido decidido em plenário de trabalhadores da semana passada, o...

Luís Maurício: “Vamos fazer tudo para criar a polícia municipal”

Cabeça-de-lista do Chega à Câmara de Setúbal diz que concelho é inseguro e quer videovigilância em certas zonas da cidade   Luís Maurício, de 42 anos,...

Porto de Setúbal: Tersado recebe grua de última geração

A nova grua está optimizada para navios da classe Panamax, permitindo subir e descer as cargas a uma velocidade até 120 metros por minuto   A...
- PUB -