2 Dezembro 2021, Quinta-feira
- PUB -
InícioLocalPalmelaSecretária-geral do Ministério do Ambiente agradada com as obras na Ribeira da...

Secretária-geral do Ministério do Ambiente agradada com as obras na Ribeira da Salgueirinha

A responsável pelo Fundo Ambiental observou o decurso dos trabalhos na companhia de Álvaro Amaro

As obras de regularização da Ribeira da Salgueirinha, em Pinhal Novo, que estão em curso, deixaram a secretária-geral do Ministério do Ambiente e Acção Climática, Alexandra Ferreira de Carvalho, “muito agradada”, revelou a Câmara Municipal de Palmela.

- PUB -

A impressão foi transmitida pela responsável – que também é directora do Fundo Ambiental – à autarquia durante a visita efectuada na última quarta-feira ao terreno onde decorrem os trabalhos.

Segundo o município, Alexandra Carvalho confirmou in loco “a dimensão e a complexidade” da empreitada e realçou “a importante relação estabelecida com a Câmara Municipal” que permitiu a intervenção.

Álvaro Balseiro Amaro, presidente da autarquia palmelense, mostrou à secretária-geral “os troços intervencionados até ao momento em diversos pontos da vila, que já permitiram minimizar os efeitos da recente intempérie”. Ao mesmo tempo, o autarca “deu também a conhecer” as próximas etapas da obra, “reivindicada há mais de três décadas pela população e com conclusão prevista para o final do primeiro semestre de 2021”.

- PUB -

A regularização da Ribeira da Salgueirinha “abrange uma extensão de cinco quilómetros, entre o Vale do Alecrim e a Barragem da Brejoeira, e representa um investimento superior a 2,5 milhões de euros”, lembra o município. De resto, frisa a edilidade, este é “um dos 10 maiores projectos nacionais que o Fundo Ambiental está a apoiar, no momento, em matéria de recursos hídricos”. O Fundo Ambiental é responsável por 85% do financiamento da empreitada. A autarquia suporta o restante valor, depois de ter ficado também com “a responsabilidade do desenvolvimento do processo”.

Além da regularização do leito, limpeza e desobstrução do local, “a obra inclui 11 atravessamentos hidráulicos e é determinante para a qualidade de vida das populações, do ponto de vista da segurança e da qualidade ambiental, pelo seu papel como medida mitigadora dos efeitos das alterações climáticas na região”, explica ainda a autarquia.
Enquadrar a ribeira “com um parque verde urbano, para melhor fruição da linha de água”, é o objectivo que o município tem definido para executar após a conclusão dos trabalhos de regularização.

[Fancy_Facebook_Comments language="pt_PT"]
- PUB -

Mais populares

Dirigir o Vitória Futebol Clube no feminino: as mulheres nos actuais órgãos sociais do clube sadino

Sara Ribeiro, Ana Cruz, Dulce Soeiro e Helena Parreira partilham as suas vivências no clube, cujo regresso à I Liga tanto anseiam   Quando questionadas sobre...

António Costa anuncia que Portugal vai pedir à União Europeia que Península de Setúbal passe a ser uma NUT II

O primeiro-ministro diz que a Península de Setúbal está a ser fortemente penalizada por estar integrada na estrutura nominal da AML  

Volkswagen anuncia novo investimento de 500 milhões na Autoeuropa nos próximos cinco anos

Valor vai ser aplicado "em produto, equipamento e infra-estruturas", explicou Alexander Seitz
- PUB -