4 Dezembro 2021, Sábado
- PUB -
InícioLocalSesimbraMata irmã à pancada por expulsá-lo de casa na Quinta do Conde

Mata irmã à pancada por expulsá-lo de casa na Quinta do Conde

Homem de 62 anos matou irmã de 61 dentro de casa e deixou-a desfigurada. Fugiu, mas voltou ao local do crime e foi detido. Está em prisão preventiva

Uma mulher de 61 anos faleceu às mãos do irmão numa morte extremamente violenta dentro de casa na Quinta do Conde, Sesimbra, ao final da tarde de sexta-feira. Foi esmurrada e pontapeada na cabeça, ficando irreconhecível. Depois foi asfixiada pelo homicida que quis assim garantir que estava morta.

- PUB -

A família iraniana, mulher, marido e filha, vivem na Rua José Relvas desde que a vizinhança se lembra e há quatro anos, acolheram o irmão da mulher que queria sair do Irão em busca de melhores condições de vida. O homem nunca arranjou qualquer trabalho e vivia às custas do cunhado e irmã, situação que motivava algumas discussões dentro do número 721-B desta pacata rua.

Na sexta-feira, quando os dois irmãos estavam sozinhos em casa, iniciou-se nova discussão. A mulher pediu ao irmão para sair de casa, recusando-se a sustentá-lo mais tempo, mas este revoltou-se. Não era a primeira vez que a irmã o confrontava com a falta de vontade de trabalhar e agrediu-a violentamente a murro e a pontapé.

Matou-a na sala de estar da família duma forma tão violenta que a face da vítima ficou irreconhecível. Para se certificar que a mulher estava morta, asfixiou-a e depois saiu de casa.

- PUB -

 

Tentou cortar pulsos após homicídio

Após cometer o crime, o suspeito saiu de casa e vagueou pela Quinta do Conde no próprio carro. Tentou cortar os pulsos, mas sem sucesso. O marido da vítima chegou a casa pelas 18h30 e ao ver o corpo da mulher numa poça de sangue, entrou em pânico. Saiu para a rua aos gritos, pediu auxílio aos vizinhos e alertou as autoridades. A vizinhança mostrou-se surpreendida. Todos desconheciam a existência de quaisquer distúrbios dentro da casa. Diziam que a mulher era bastante simpática, mas o irmão não era tão afável.

- PUB -

A GNR e a PJ de Setúbal acorreram ao local e apuraram que o principal suspeito seria o irmão, que vivia na casa, que não tinha sinais de arrombamento. Horas depois, às 21 horas, o suspeito passou de carro pela residência, para perceber se havia movimento policial e pôs-se em fuga na sua viatura. Foi identificado pelas autoridades que partiram no seu encalce. Percorreu cerca de um quilómetro em marcha lenta até que foi interceptado pela GNR e PJ e foi detido pelo crime de homicídio qualificado. Foi transportado para o hospital para tratamento aos ferimentos ligeiros nos pulsos pelos cortes e foi presente a tribunal para aplicação de medidas de coação. Está em prisão preventiva e será transferido para Caxias, onde será submetido a exames periciais médicos e tratamento.

 

[Fancy_Facebook_Comments language="pt_PT"]
- PUB -

Mais populares

Dirigir o Vitória Futebol Clube no feminino: as mulheres nos actuais órgãos sociais do clube sadino

Sara Ribeiro, Ana Cruz, Dulce Soeiro e Helena Parreira partilham as suas vivências no clube, cujo regresso à I Liga tanto anseiam   Quando questionadas sobre...

Tribunal reconhece direito de retenção de casas a famílias de Azeitão após falência de cooperativa

Decisão reconhece que famílias têm os seus créditos "garantidos" e "reconhecidos" pelos montantes que já pagaram, e que, como “consumidores” e por "tradição", têm...

Novas máquinas permitem emitir ou carregar cartão Navegante em apenas “um minuto”

Para já, encontra-se disponível um equipamento em cada um dos nove concelhos do Distrito que integram a AML   Os passes de transportes públicos Navegante podem...
- PUB -