11 Maio 2021, Terça-feira
- PUB -
Início Local Barreiro Batalha Covid-19: Barreiro assume linha da frente

Batalha Covid-19: Barreiro assume linha da frente

Até ao momento o município tem o único Posto de Comando Municipal do distrito de combate ao Covid-19. Quarenta profissionais trabalham 24h00 num comando único no distrito, para garantir resposta máxima a 78 mil habitantes.

 

- PUB -

 

A Escola Básica N.º9 do Barreiro transformou-se no único Posto de Comando Municipal, activado em todo o distrito de Setúbal, para resposta à pandemia de Covid-19, com 40 profissionais em permanência.

No exterior da escola, onde a equipa de reportagem de O SETUBALENSE foi recebida por Frederico Rosa, presidente da Câmara do Barreiro e pelo coordenador municipal de Protecção Civil, Hugo António, o movimento das crianças foi substituído por operacionais dos Bombeiros, PSP e GNR e profissionais de saúde do Agrupamento de Centros de Saúde do Arco Ribeirinho, Hospital Nossa Senhora do Rosário e Parque Empresarial Baía do Tejo. Os parceiros que constituem a equipa coordenadora deste posto de comando preparam a primeira reunião do dia, na linha da frente, “para garantir que toda a população terá cesso a informação e cuidados necessários, durante o tempo que a pandemia estiver activa”.

- PUB -

Fotografia: ARSÉNIO FRANCO

No exterior, o carro da Protecção Civil prepara uma próxima ronda pelo concelho. “Desde que o Barreiro declarou Situação Municipal de Emergência esta acção entrou na rotina”. Segundo Frederico Rosa, “leva a mensagem à população para que respeitem o isolamento, para sejam também agentes de saúde pública a prevenir a propagação do Covid-19 e a garantir o civismo nos espaços públicos e no acesso a produtos de supermercado”.

O acesso a bens alimentares é aliás uma das preocupações centrais “motivo pelo qual o município já tem acordo com uma superfície comercial – a ALDI – para que receba esta faixa da população entre as 9h00 e as 10h00, com prioridade”.

- PUB -

Fotografia: ARSÉNIO FRANCO

Hugo António assumiu a coordenação da Protecção Civil em 2018, e ainda não tinha passado por um contexto semelhante ao presente, nem mesmo durante época mais sensível no combate aos incêndios. “Neste momento o mais crítico é perceber o todo da situação, sendo fundamental perceber os meios humanos e materiais disponíveis, fazer stocks daquilo que se tem demonstrado mais difícil conseguir como as luvas máscaras, desinfectantes e equipamentos adequados para quem está a actuar no terreno”.

Accionar a Situação Municipal de Emergência a 17 de Março permitiu ao Barreiro “ganhar uma semana de avanço” que, segundo Hugo António, “mais à frente fará toda a diferença no modo com a Protecção Civil vai conseguir uma boa articulação no terrenos com os Bombeiros, PSP, GNR e autoridades de saúde”.

Está também a ser feita articulação com farmácias, supermercados, “porque a activação do plano permitiu essa legitimidade”.

Em caso de situação de estado de emergência a prioridade no Barreiro “é decidir sobre a melhor forma de fazer chegar a informação às pessoas para que possam saber o que devem fazer e como devem proceder”, defende Frederico Rosa.

Para o autarca não é tempo de contar casos um a um. “Vão aumentar e isso é tudo o que precisamos saber para nos começarmos a organizar”.

À equipa de logística no Posto de Comando Municipal une-se a equipa de comunicação, que lança diariamente a informação do Plano Municipal de Contingência a toda a população e a equipa destacado para a linha de apoio social, criada para dar resposta às questões da população e apoiar casos de isolamento devido à Covid-19.

Segundo a vereadora Sara Ferreira, responsável pela área de Acção Social na Câmara do Barreiro, tem sido “um sucesso desde que entrou em funcionamento” e está a permitir “conhecer casos que necessitam de apoio no acesso a medicamentos e alimentação, ou a fazer as simples compras de bens essenciais no dia-a-dia”, explica Sara Ferreira. “Para além destes pedidos há ainda chamadas de pessoas idosas que pedem explicações sobre o que é que esta a acontecer, porque se sentem sós e querem falar com alguém. Um facto muito importante neste isolamento, prestes a ficar mais intenso”.

 

Água  Consumo da rede aconselhado

 

“Não há razões, até ao momento para consumirmos água engarrafada no lugar de água da rede”, explica Rui Teixeira, chefe da Divisão de Águas e Saneamento da Câmara Municipal do Barreiro.

“A Entidade Reguladora dos Serviços de Água e Saneamento [ERSAR] e a Organização Mundial de Saúde publicaram um comunicado no qual assumem que não há registo no consumo de água da rede pública”. Contudo está ser adoptada uma medida para elevar,de forma segura, os níveis de cloro na água, porque está provado que este componente desactiva o vírus”.

Fica a recomendação para o consumo da água da rede “em detrimento de outra porque estaremos a trazer para casa embalagens que podem ter estado em contacto com superfícies onde o vírus esteja presente”.

 

Contentores e paragens  Desinfecção pública reforçada

 

“Os pontos de deposição e recolha de lixo, assim como todas as paragens de autocarros no Barreiro estão a ser alvo de desinfecção intensa. A medida tem como objectivo conter focos de risco na via pública, mediante a propagação do Covid-19”, explica Carla Costa, Chefe de Divisão de Higiene Urbana na Câmara do Barreiro.

Para que estas medidas possam ser colocadas em prática os funcionários a trabalhar na recolha de resíduos urbanos “passam a trabalhar obrigatoriamente com equipamento adequado”, explica Carla Costa, sem esquecer uma mensagem a toda a população “que mantenha o civismo e ajude a manter a higiene urbana, colocando o lixo em sacos com resistência adequada e no interior dos contentores, de modo a que estes trabalhadores possam reduzir, ao mínimo possível, o seu risco de contágio”.

- PUB -

Mais populares

Barcos da Transtejo/Soflusa param travessia do Tejo a 20 de Maio

Na reunião de hoje com a administração da empresa, e conforme o que tinha sido decidido em plenário de trabalhadores da semana passada, o...

Luís Maurício: “Vamos fazer tudo para criar a polícia municipal”

Cabeça-de-lista do Chega à Câmara de Setúbal diz que concelho é inseguro e quer videovigilância em certas zonas da cidade   Luís Maurício, de 42 anos,...

Porto de Setúbal: Tersado recebe grua de última geração

A nova grua está optimizada para navios da classe Panamax, permitindo subir e descer as cargas a uma velocidade até 120 metros por minuto   A...
- PUB -