23 Maio 2022, Segunda-feira
- PUB -
InícioÚltimasManifestação no Barreiro contra passividade do tribunal para com agressor sexual

Manifestação no Barreiro contra passividade do tribunal para com agressor sexual

Homem ataca mulheres na rua há meses mas continua à solta por alegadamente sofrer de perturbações mentais

This slideshow requires JavaScript.

- PUB -

Mais de 30 pessoas protestaram esta quinta-feira, publicamente, à porta do Tribunal do Barreiro, contra a tolerância do tribunal para com um homem que ataca mulheres na via pública há já alguns meses.

O protesto, hoje de manhã, entre as 09 e as 11 horas, juntou vitimas e mães ou outros familiares.

O homem, Bruno Costa, que trabalha como segurança numa empresa privada, é acusado de importunar, assediar e agredir jovens e mulheres.

- PUB -

Persegue as vitimas na rua, importunando-as sexualmente, apalpando, exibindo-se e masturbando-se e, quando estas reagem, ameaça-as e chega a agredi-las.

Já foi detido e presente a juiz alguma vezes mas acaba sempre em liberdade por sofrer de perturbações mentais.

Os manifestantes exigem que o tribunal resolva o problema, decidindo a prisão ou o internamento do agressor.

- PUB -

O total de casos reportados por populares aproxima-se das duas dezenas. Há casos no Barreiro, no Lavradio, e a policia está a investigar se incidentes idênticos em Lisboa serão do mesmo autor.

Ao que o DIÁRIO DA REGIÃO apurou, o homem agora foi viver para casa de uma familiar, no Alentejo, para ficar afastado da zona onde a sua actividade já está a gerar o alarme social que se vê.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Piscina na urbanização dos Fidalguinhos está quase a sair do papel

Obra de 3,5 milhões de euros já tem projecto e concurso pode avançar ainda este ano. Futuro equipamento terá capacidade para cerca de 700...

Cidade perde rede de agentes com chegada da Transportes Metropolitanos de Lisboa

Rede com mais de uma dezena de estabelecimentos, construída pelos TST, desfeita com chegada de nova transportadora, prejudicando utilizadores mais velhos

Jovem sequestrado e violado em casa de banho da estação de comboios de Coina

Rapaz de 16 anos foi abusado por homem de 43. Violador está agora em prisão preventiva
- PUB -