12 Agosto 2022, Sexta-feira
- PUB -
InícioÚltimasRegião de Setúbal foi a que menos cresceu na economia em 2015

Região de Setúbal foi a que menos cresceu na economia em 2015

Dados do INE apontam números inferiores à média nacional. A região registou um crescimento real do Produto Interno Bruto de apenas 1,2%, menos quatro décimas do que a média do País (1,6%). Alentejo apresentou um resultado de 1,4%

A Área Metropolitana de Lisboa, onde está inserida a região de Setúbal, foi a que menos cresceu economicamente em 2015, ao registar um acréscimo real do Produto Interno Bruto (PIB) de apenas 1,2%, valor inferior à média do País (1,6%). De igual modo, também o Alentejo – onde se incluem os municípios de Alcácer do Sal, Grândola, Santiago do Cacém e Sines, que completam o distrito de Setúbal –apresentou resultado idêntico, mas ligeiramente superior com um crescimento de 1,4%.

- PUB -

Os dados foram revelados na sexta-feira, 16, pelo Instituto Nacional da Estratística (INE), que aponta, por outro lado, a Região Autónoma da Madeira como aquela que registou um ligeiro decréscimo (-0,1%) do PIB em termos reais.

Em sentido inverso, a região do Algarve foi a que mais cresceu no ano transacto, tendo registado um acréscimo real do PIB de 2,7%.

De acordo com os resultados preliminares das Contas Regionais de 2015, o Algarve (2,7%), mas também o Norte e o Centro (ambos com 1,9%), assinalaram acréscimos reais do PIB superiores à média nacional de 1,6% no referido período.

- PUB -

Segundo o INE, para o acréscimo real do PIB no Algarve, Norte e Centro “contribuiu decisivamente” o aumento do VAB [Valor Acrescentado Bruto] dos ramos do comércio, transportes, alojamento e restauração. “O crescimento nas regiões Norte e Centro foi igualmente influenciado pelo crescimento do VAB da indústria e energia, ramo com especial relevância nestas regiões.”

Em termos reais, sublinha ainda o INE, “estima-se que todas as regiões tenham registado crescimento do PIB”, excepção feita à Região Autónoma da Madeira, que “apresentou um ligeiro decréscimo” deste agregado.

 

DIÁRIO DA REGIÃO com Lusa

Comentários

- PUB -

Mais populares

PSP de Setúbal sem meios para se deslocar a atropelamento em frente à esquadra

Acidente na Avenida Luísa Tody fez uma vítima de 88 anos

Hospital da Luz Setúbal confirma nova clínica no centro da cidade

Dr. José Ferreira Santos, director clínico do estabelecimento, confirma pólo adicional para aproximar clientes do centro hospitalar

João Martins: “Deixo uma casa com bom nome e reconhecida”

Criou, desenvolveu e consolidou a Escola Profissional do Montijo (EPM). Ao fim de 29 anos e uns pozinhos, o professor decidiu passar o testemunho
- PUB -