23 Abril 2024, Terça-feira
- PUB -
InícioÚltimasCorpo de Manuel Bola já está no Convento de Jesus

Corpo de Manuel Bola já está no Convento de Jesus

Desde que urna chegou a câmara ardente já passaram algumas dezenas de pessoas pela igreja

O actor Carlos Alberto da Conceição Rodrigues, conhecido por Manuel Bola, que morreu ontem, já está em câmara ardente na Igreja do Convento de Jesus, em Setúbal.

- PUB -

Desde a chega do corpo, esta manhã, são já algumas dezenas as pessoas que passaram pelo local, para prestar a ultima homenagem ao conhecido actor setubalense.

Carlos Rodrigues faleceu aos 72 anos de idade, seis dias depois de ter tido alta do Hospital de São Bernardo, onde esteve internado e foi submetido a uma cirurgia aos intestinos.

Nascido a 03 de Setembro de 1944, Manuel Bola foi actor residente do Teatro de Animação de Setúbal (TAS) e entrou em várias séries de televisão, nomeadamente “Gente fina é outra coisa”, “Os malucos do riso”, “A banqueira do povo”, “Nico d´obra”, “Nós os ricos”, “A loja do Camilo”, “Jardins Proibidos” e “Inspector Max”.

- PUB -

Em 1977, foi galardoado com o Prémio Melhor Actor Ibérico atribuído pelo III Festival de Cinema Ibérico.

 

Funeral é amanhã

O funeral de Manuel Bola está já marcado para amanhã, terça-feira, com partida do Mosteiro de Jesus. O actor vai ser sepultado no Cemitério Nossa Senhora da Piedade.

- PUB -

Segundo informação divulgada pela Agência Funerária Armindo, amanhã haverá missa de corpo presente, às 10 horas, e o funeral sai uma hora depois para o cemitério de Nossa Senhora da Piedade, em Setúbal.

 

 

 

- PUB -

Mais populares

Árvore da Liberdade nasce no Largo José Afonso para evocar 50 anos de Abril

Peça de Ricardo Crista tem tronco de aço corten, seis metros de altura e cerca de uma tonelada e meia de peso

Cravo humano ‘nasce’ no areal da Praia de Albarquel

Cerca de quatro centenas de trabalhadores da autarquia juntaram-se após uma caminhada de três quilómetros

Cadáver em “avançado estado de decomposição” encontrado na zona da Comporta

Capitão do Porto de Setúbal invocou o segredo de justiça para não avançar pormenores sobre a ocorrência
- PUB -