23 Maio 2024, Quinta-feira

- PUB -
Sara Correia: Furacão do fado não deixa ninguém indiferente

Sara Correia: Furacão do fado não deixa ninguém indiferente

Sara Correia: Furacão do fado não deixa ninguém indiferente

A voz poderosa da fadista promete deixar marcas em Setúbal

 

A sua voz é poderosa, intensa, arrebatadora ou simplesmente única. E nenhuma destas palavras é exagerada. Quando já se teve oportunidade de ver e ouvir, ao vivo, Sara Correia, pode-se comprovar.

- PUB -

Daí serem palavras muito utilizadas pelo público e pela Imprensa nacional e internacional. Sara Correia é já um nome absolutamente incontornável no universo do fado.

Ela respira fado. Sempre respirou, pois tinha apenas 13 anos quando venceu a noite do fado, o que lhe valeria um convite para cantar numa das mais prestigiadas casas de fado de Lisboa, Casa de Linhares, onde canta ao lado de nomes como Celeste Rodrigues e Jorge Fernando, entre outros.

Uma experiência que considera fundamental. Estreia-se em disco em 2018, com um álbum produzido por Diogo Clemente, intitulado “Sara Correia”, e que está na origem da sua nomeação para os prémios Play, além de a projectar para uma tour internacional que a leva a palcos de Espanha, Coreia do Sul, Noruega, Itália, Áustria, Ilhas Reunião, India, Bélgica, Holanda e Chile, nos dois anos seguintes.

- PUB -

Ainda em 2020, um novo álbum, “Do Coração”, novamente produzido por Diogo Clemente, apresenta composições de Joana Espadinha, Carolina Deslandes, António Zambujo, Luísa Sobral e Jorge Cruz e confirma o seu estatuto no mundo do fado.

Em 2021 vence o Prémio Play da Música Portuguesa, na categoria de “Melhor Álbum de Fado”, com uma concorrência de respeito: Mariza, Cuca Roseta e Buba Espinho.

Nesse ano actua no concerto de inauguração da Presidência Portuguesa do Conselho da União Europeia, no Centro Cultural de Belém, onde cantou acompanhada pela Orquestra Sinfónica Portuguesa, dirigida pela maestrina Joana Carneiro, ao lado dos consagrados Camané, Carminho e Ana Moura.

- PUB -

No mesmo ano, Sara Correia é nomeada para o Grammy Latino, os mais importantes prémios mundiais de música, cuja cerimónia de entrega se realiza em Las Vegas, na qual Sara actuaria.

“Do Coração” esteve nomeado na categoria “Melhor Álbum de Raízes Portuguesas”. Há cerca de um ano, Sara Correia voltaria a estoirar nos meios musicais com uma arrebatadora interpretação de “Quero é Viver”, um original de António Variações, com cerca de 40 anos.

Recentemente, com a guerra na Ucrânia em pano de fundo, Pedro Abrunhosa convida Sara Correia para um dueto solidário em “Que o Amor te Salve nesta Noite Escura”, um momento de rara beleza na carreira de ambos. Dia 4, no palco da Feira de Sant’Iago, passarão emoções únicas, numa noite em que um furacão chamado Sara Correia deixará marcas.

Opinião Musical

Partilhe esta notícia
- PUB -

Notícias Relacionadas

- PUB -
- PUB -