23 Fevereiro 2024, Sexta-feira
- PUB -
InícioSociedadeA Garota Não distinguida com Prémio José da Ponte da Sociedade Portuguesa...

A Garota Não distinguida com Prémio José da Ponte da Sociedade Portuguesa de Autores

Álbum “2 de Abril” publicado em 2022 valeu à cantautora mais um galardão

 

- PUB -

A cantautora A Garota Não foi distinguida com o Prémio José da Ponte, da Sociedade Portuguesa de Autores (SPA), pelo seu álbum “2 de Abril”, publicado em 2022, anunciou esta quarta-feira a cooperativa de autores.

A escolha da distinguida é da responsabilidade do conselho de administração da SPA.

A cerimónia de entrega do prémio, que tem o valor pecuniário de 2.000 euros, realiza-se no próximo dia 21, às 18h00, no Auditório Frederico de Freitas do edifício sede da SPA, em Lisboa.

- PUB -

A Garota Não é o pseudónimo artístico de Cátia Mazari Oliveira, que na ocasião “interpretará alguns dos seus temas”, como se lê no comunicado da SPA.

Este é o segundo galardão que A Garota Não recebe cooperativa de autores. No ano passado, foi distinguida com o Prémio de Melhor Trabalho de Música Popular, pelo mesmo álbum, no âmbito dos Prémios Autores.

O álbum “2 de Abril” é uma homenagem ao bairro de Setúbal onde a cantora viveu e cresceu, e de onde saiu aos 26 anos, para “procurar outros caminhos e outras visões do mundo”; é, ao mesmo tempo, um “olhar para o passado”, musicalmente marcado pela multiculturalidade que ali se vivia, como a catautora disse à agência Lusa, em entrevista, quando da edição do disco.

- PUB -

“’2 de Abril’ começa por ser este olhar para o passado, mas sem que as letras, sem que os textos sejam alusivos a isso. No fundo, são aquilo que eu sou com base naquilo que fui vivendo”, contou a cantora e compositora, em entrevista à Lusa.

“Tenho este compromisso e esta responsabilidade comigo de escrever as coisas que sinto. Seja no amor, em relação a coisas a que assisto na televisão, ou em relação à vida da minha cozinha, que me alegra ou que me deixa triste. Mas sobretudo sentir isto, que a identidade tem de passar por uma observação que me sai do coração”, disse então a cantora e compositora à Lusa.

Nas 20 canções de “2 de Abril”, A Garota Não canta sobre temas como ‘a tragédia’ do Mediterrâneo, a gentrificação, que também afecta Setúbal, ou a faceta activista do artista chinês Ai Weiwei, e faz uma homenagem ao músico José Mário Branco, convocando assim temas muitas vezes associados à chamada música de intervenção.

Embora seja um trabalho a solo, A Garota Não conta em “2 de Abril” com vários convidados, entre os quais a cantora Ana Deus, que lê um poema de Francisca Camelo, o ‘rapper’ Chullage e o baterista Fred Pinto Ferreira.

A cantautora, de 40 anos, antes da edição de “2 de Abril”, publicou o seu primeiro disco, “Rua das Marimbas n.º 7”, em 2019, e trabalhou numa estação de rádio.

O álbum “2 de Abril” foi colocado pela revista Blitz, entre os 50 Melhores Álbuns Portugueses de 2022, e foi considerado pela rádio Antena 3 e a Altamont como o melhor do ano.

No ano passado A Garota Não venceu o Globo de Ouro SIC/Caras de Melhor Intérprete.

O Prémio José da Ponte existe desde 2015, ano em que, aos 60 anos, morreu o baixista que fez parte de bandas como os Salada de Frutas e que foi co-fundador dos Estúdios Namouche. José da Ponte iniciou carreira em 1976 com a participação no disco “Homo Sapiens”, do projecto Saga, de José Luís Tinoco.

No ano passado, o Prémio José da Ponte distinguiu o álbum “Chá lá lá”, de Miguel Araújo.

Antes foram premiados Rita RedShoes, em 2022, Luís Severo, em 2021, Samuel Úria, em 2020, Márcia, em 2019, Diogo Piçarra, em 2018, Capicua, em 2017 e Agir, em 2016.

Na primeira edição, em 2015, o Prémio José da Ponte foi atribuído aos D.A.M.A.

- PUB -

Mais populares

Menino de sete anos morre após ser baleado em Setúbal

Neto e avó foram atingidos a tiro de caçadeira no Bairro da Bela Vista. Disparo veio de carro em andamento. Alvo seria o pai da criança

Criança baleada em Setúbal hospitalizada em estado crítico [actualizada]

Menino de 7 anos e avó foram atingidos por um tiro de caçadeira disparado de um carro em movimento

Imagens mostram momentos após menino e avó serem baleados no Bairro da Bela Vista (vídeo)

Homem é visto a empunhar uma caçadeira correndo em várias direcções até que entra numa viatura que sai depois do local
- PUB -