2 Junho 2023, Sexta-feira
- PUB -
InícioSociedadePráticas ambientais de onze entidades sadinas reconhecidas com certificado Selo Verde

Práticas ambientais de onze entidades sadinas reconhecidas com certificado Selo Verde

Município distinguiu acções desenvolvidas por sete escolas, três empresas e uma junta de freguesia

 

- PUB -

As boas práticas ambientais desenvolvidas por sete escolas, três empresas e uma junta de freguesia do concelho foram reconhecidas pelo município com a atribuição do Selo Verde.

Durante a cerimónia, realizada na terça-feira, o presidente da Câmara destacou “a capacidade e resiliência da comunidade para construir um território mais sustentável”.

Durante a entrega dos prémios, André Martins realçou que os vencedores “puseram em prática uma série de melhorias que lhes permitiu tornar a sua actividade mais sustentável ao nível da eficiência energética, da utilização de energias renováveis, do consumo de água, da gestão dos seus resíduos e ao nível da mobilidade e do consumo”.

- PUB -

“Nesta segunda edição receberam a bandeira e o certificado do Selo Verde os jardins de infância “Aquário” e “Girassol”, as escolas básicas de 2, 3 de Azeitão, da Gâmbia e n.º 6 do Monte Belo, assim como a Escola Profissional de Setúbal e o Instituto Politécnico de Setúbal”, explica a Câmara Municipal de Setúbal em nota de Imprensa.

Segundo referiu o autarca na cerimónia realizada no Salão Nobre dos Paços do Concelho, o Selo Verde “promove uma mudança efectiva de práticas e comportamentos nas entidades participantes”.

Este ano, os sete estabelecimentos de ensino foram premiados tendo em conta as acções que desenvolveram “de plantação de árvores, de reaproveitamento de materiais para a construção de equipamentos de diversão infantil e jogos tradicionais e de recolha e valorização de resíduos orgânicos para e de limpeza urbana”.

- PUB -

As empresas À Vela Passeios, Coca-Cola European Partners e SAL – Sistemas de Ar Livre, assim como a União das Freguesias de Setúbal, foram premiadas pela implementação de medidas como “a instalação de soluções de melhoria do conforto térmico de edifícios e de aquecimento de águas sanitárias com recurso a energias renováveis e a colocação de luminárias energeticamente mais eficientes”.

Na cerimónia esteve igualmente presente o vogal do conselho de administração da ENA – Agência de Energia e Ambiente da Arrábida, Sérgio Faias, que aproveitou para referir que o projecto representa “um forte compromisso com o ambiente”, com o qual é possível “adoptar práticas ambientalmente mais conscientes e sustentáveis”.

Criado em 2017, o Selo Verde – Certificado de Qualidade Ambiental do Município de Setúbal “resulta da adesão da autarquia ao Pacto de Autarcas, compromisso assumido pelos municípios de vários países europeus para a implementação de políticas e medidas de contribuam para a preservação e sustentabilidade do meio ambiente”.

“O Selo Verde é atribuído gratuitamente e tem como objectivo o reconhecimento de práticas e acções que promovam a qualidade ambiental, nomeadamente quanto à gestão eficiente de resíduos, da energia, da água, da mobilidade e consumo sustentáveis e, sobretudo, na redução das emissões de dióxido de carbono”.

O certificado é “implementado numa parceria com a ENA – Agência de Energia e Ambiente da Arrábida e está enquadrado no Plano de Acção para a Energia Sustentável de Setúbal, o qual procura contribuir para um melhor desempenho ecológico, ao nível colectivo e individual e, consequentemente, para o desenvolvimento sustentável”.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Tony Carreira e Expensive Soul juntam-se a Calema nas Festas de São Pedro em Montijo

Calema abrem as comemorações que arrancam a 27 de Junho e se prolongam até 3 de Julho

Três carros assaltados junto ao Tribunal de Setúbal

Assaltantes partiram vidros das viaturas e roubaram bens do interior

Novo 10 reabre portas apesar de polémica que envolve dívida de 700 mil euros

Caso conhece novos avanços a 2 de Junho, data em que arranca o julgamento
- PUB -