2 Outubro 2022, Domingo
- PUB -
InícioSociedadeFábia Rebordão sobe ao palco do Auditório Augusto Cabrita em Outubro

Fábia Rebordão sobe ao palco do Auditório Augusto Cabrita em Outubro

Artista lisboeta dá a conhecer terceiro álbum de um trabalho iniciado em Alfama

 

- PUB -

Considerada uma das vozes de referência do fado novo, a cantora Fábia Rebordão sobe ao palco do Auditório Municipal Augusto Cabrita, no próximo dia 1 de Outubro, pelas 21h30, para apresentação de vários temas e com a certeza que o presente ano será marcado por mais uma etapa de destaque da sua carreira, com o trabalho “Eu Sou”.

A fadista, nascida em Lisboa em Março de 1985, apaixonou-se por este género musical aos 15 anos, pela voz de Amália Rodrigues e começou a cantar nas casas típicas de Alfama, tais como o Clube do Fado e a Taverna do Embuçado, entre outras, sendo esta a grande matriz da sua paixão pela música, que estende a outras influências musicais, tais como a soul e a bossa nova, a morna, mas também o blues e o jazz.

Foi a sua versatilidade que a levou em tempos a participar na segunda edição da “Operação Triunfo”, da qual foi finalista e onde o seu nome se tornou conhecido do grande público. Em 2010, a artista foi convidada pelo cantor Vinício Capossela para uma participação no seu concerto, tendo se apresentado no HIFA FESTIVAL, no Zimbabué, considerado um dos cinco festivais mais importantes a nível mundial.

- PUB -

No ano seguinte, Fábia Rebordão lança o seu disco de estreia, produzido pelo cantor e também compositor/produtor Jorge Fernando, que contou com a participação da cabo-verdiana Lura e Celeste Rodrigues. Nessa altura, no Carnegie Hall – emblemática sala nova iorquina –, foi ainda distinguida com o prémio Revelação Amália Rodrigues, tendo sido convidada por Mariza a partilhar consigo dois grandes concertos nas cidades de Belgrado e Budapeste.

Após diversas actuações por palcos nacionais e estrangeiros, 2016 surge como o ano que marca o regresso de Fábia Rebordão, com a produção de um novo trabalho de inéditos, novamente assinado por Jorge Fernando, com NewMaxe Hugo Novo. Além deste, surgem ainda composições da artista, em colaboração com Rui Veloso, Dino d’Santiago, Tozé Brito e Pedro da Silva Martins. O disco da cantora “tem a alma do fado” e “congrega as diferentes referências musicais da artista, numa identidade sonora muito própria”, surgindo agora o seu terceiro trabalho.

O regresso mostra uma artista “completa e segura da sua obra”, onde nunca foi tão inteira e transmite histórias que conta nas suas próprias canções. O retorno aos discos surge como um projecto “ambicioso”, cheio de cuidado, verdade e pormenor, onde se apresenta como autora das suas músicas e letras.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Transportes em Setúbal: “Isto não está mau. Está péssimo!”

Reuniões com a população expõem drama de grandes dimensões contado em testemunhos trágico-cómicos

Alsa Todi não verá mais um cêntimo de Palmela se não cumprir o contrato

Município está indisponível para continuar a financiar o sistema e reclama à TML a aplicação de penalidades à operadora

Acidente de trabalho com um reboque faz um morto e um ferido

Vitimas estavam a trabalhar debaixo da estrutura que lhes caiu em cima
- PUB -