6 Outubro 2022, Quinta-feira
- PUB -
InícioSociedadeb a llr oo m conquista grande prémio do Teatro do Festival...

b a llr oo m conquista grande prémio do Teatro do Festival Internacional de Setúbal

Texto, encenação e dramaturgia de susana m. g. silvério com distinção na edição de 2022

 

- PUB -

Foi na noite do último dia do Festival que o Director Artístico do Festival anunciou o prémio, o único desta edição, a sessão off a b a llr oo m. Foi um grande espectáculo do colectivo caroço, sob encenação de susana . g. silvério, estudante de Mestrado da Escola Superior de Teatro e Cinema do IPL de Lisboa.

Tratou-se de um espectáculo corrido como um baile em três andares de um prédio no meio do público envolvente. No início, como uma psicose, a actriz sobe e desce as escadas ingremes. Quatro actrizes em cena oprimidas e opressoras, com a primeira como Robot, como autómato, conduzindo a personagem condicionada.

Cruzam-se corpos e subimos para o 2.º andar como um manicómio, lembrando o cinema “Voando sobre um ninho de cucos”. Andam as actrizes de uma ponta a outra como se cruzam com o vídeo-Pega num microfone com som de atmosfera sonora dramática.

- PUB -

Uma catarse, descarga emocional, naufrágio, descarga e chega-se ao WC, com um poliban onde fica presa como num duche real.

Pela opinião de alguns espectadores, durante o Festival, foi um prémio bem atribuído. Para o ano trazem um espectáculo novo completo, espero que para a tenda ou para o Fórum.

Sinopse

- PUB -

“Em cena uma lin­gua­gem de ex­pe­ri­men­ta­ção que articula o gesto de trazer à tona interacções humanas e suas hirtas con­ven­ções. O que se vê está para além da fo­to­gra­fia, aspira a ra­di­o­gra­fia de uma re­a­li­dade pulsante, todavia frag­men­tada. Quem fala ganha corpo a partir de um discurso com laivos epis­to­la­res ou mundano re­la­tó­rio de ocor­rên­cias. Em cena está-se num lugar des­fo­cado. Disto tudo x es­pe­ta­dorx é tes­te­mu­nha. B a llr oo m finca os pés em 4.48 Psicose para depois se assumir como ter­ri­tó­rio de nau­frágio e de­sen­la­ces imi­nen­tes, pro­ble­ma­ti­zando o modo como vivemos um grau zero. O texto de Sarah Kane é des­lo­cado entre margens. Em cena está todo um baile em círculos, à imagem e se­me­lhança da própria vida. Antes que abram as cortinas”.

Ficha técnica e artística

Encenação e coordenação artística: susana m. g. silvério; Dramaturgia: susana m. g. silvério a partir do texto 4.48 Psicose de Sarah Kane; Composição musical: Adriana Neves; Cenografia: colectivo caroço; Intérpretes: Ana Catarina Santos, Liliana Mauriz, Maria Giovanna Mura e susana m. g. silvério; Coordenação de produção: susana m. g. silvério; Apoio à produção: Liliana Mauriz; Apoio à montagem: Eduardo Batata; Coordenação técnica: Miguel Carriço; Grafismo: Liliana Mauriz; Fotografia: Tânia Araújo; Filme: Miguel Carriço; Agradecimentos: Diogo Bento, Armando Nascimento Rosa e 21 Corpo Santo

Criação no âmbito do 2º ano de mestrado em Teatro, variante de Artes Performativas, ESTC; dramaturgia da responsabilidade de susana m. g. silvério, a partir do texto 4.48 Psicose de Sarah Kane, desenvolvido na unidade curricular Escritas de Cena da responsabilidade de Armando Nascimento Rosa.

Observação de Teatro:

José Gil – Professor Adjunto de Teatro da Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Setúbal Actor e Encenador

Maria Simas – Actriz do Teatro do Politécnico IPS e Mestranda

Comentários

- PUB -

Mais populares

Colisão contra portagens na A2 em Coina causa vítima mortal

Viatura bateu contra os pórticos das portagens e acabou por se incendiar

Primeira pedra de construção de empreendimento à beira-rio lançada no município do Barreiro

Novo espaço habitacional pretende atrair famílias locais e jovens a um preço razoável   O lançamento da primeira pedra de construção do novo empreendimento que vai nascer...

Acidente de trabalho com um reboque faz um morto e um ferido

Vitimas estavam a trabalhar debaixo da estrutura que lhes caiu em cima
- PUB -