5 Julho 2022, Terça-feira
- PUB -
InícioLocalSetúbalAluna da Secundária du Bocage representa o concelho de Setúbal no Concurso...

Aluna da Secundária du Bocage representa o concelho de Setúbal no Concurso de Leitura

Catarina Gonçalves, do 10.º ano, superou todas as fases em que participou e representa agora o concelho na última etapa, em Almada

- PUB -

A fase final do Concurso Nacional de Leitura, a realizar em Junho, em Almada, vai ter Catarina Gonçalves, aluna da Escola Secundária du Bocage, como representante do concelho e Setúbal.

A prova de âmbito nacional destina-se a alunos dos 1.º, 2.º e 3.º ciclos do ensino básico, bem como do ensino secundário, o qual a estudante Catarina Gonçalves, do 10.º ano – C, se encontra a frequentar.

A prova teve início a 8 de Outubro e termina a 4 de Junho, data da Grande Final agendada para Almada. Entretanto, já se realizou a fase escolar municipal, com provas na Biblioteca Pública Municipal de Setúbal a 15 de Fevereiro, que apurou 12 estudantes para a fase intermunicipal, três por cada ciclo do ensino básico e outros três pelo ensino secundário.

- PUB -

Na etapa seguinte, de dimensão intermunicipal ou metropolitana, foram seleccionados a 20 de Abril os participantes na Gala Final do evento.

A estudante de Setúbal Catarina Gonçalves superou todas as fases em que participou e representa agora o concelho na última etapa, agendada para 4 de Junho.

Esta é a 15.ª edição do concurso, criado com o objectivo de estimular o gosto e os hábitos de leitura, além de melhorar a compreensão leitora.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Programa Festas Populares São Pedro Montijo 2022

Consulte o programa na íntegra das Festas Populares de São Pedro, que arrancam na terça-feira (28 de Junho)

PSP deteve em flagrante homem a furtar catalisadores

Dono de uma das viaturas alertou a PSP, que conseguiu interceptar o indivíduo no local

Morte da menina de três anos vítima de maus-tratos provocada por mais de 50 pancadas

Autópsia a Jéssica Biscaia revela deslocamento do crânio e lesões internas fatais. Mãe pode vir a ser constituída arguida
- PUB -