20 Maio 2022, Sexta-feira
- PUB -
InícioSociedadeAgrupamento de Escolas D. João I investe no bem-estar social e emocional...

Agrupamento de Escolas D. João I investe no bem-estar social e emocional dos alunos

Projecto Academia de Líderes Ubuntu decorre até amanhã na Baixa da Banheira

 

- PUB -

No âmbito do “Plano 21-23 Escola+”, o Agrupamento de Escolas D. João I, no concelho da Moita, aderiu no presente ano lectivo ao Projecto Academia de Líderes Escolas Ubuntu, iniciativa que tem como macro-objectivo, além das competências académicas, o investimento no bem-estar social e emocional dos alunos.

Segundo a autarquia local, este objectivo tem ainda “uma maior relevância na realidade pandémica que vivemos há já dois anos”, situação que torna o desenvolvimento do projecto de “grande importância” para o referido agrupamento e para o seu público-alvo.

Na sequência do projecto, está a decorrer até esta sexta-feira na Baixa da Banheira, a Semana Ubuntu, nas instalações da Escola Básica n.º 4, com o intuito da capacitação dos professores que ali exercem a sua actividade.

- PUB -

Ao longo da iniciativa, estarão presentes nas actividades cerca de três dezenas de alunos e sete docentes daquele Agrupamento, assim como dois técnicos do Instituto Padre Vieira (IPAV), instituição parceira, com a qual se articula e que “presta consultoria”, convidando alguns dos presentes a prestarem depoimentos considerados experienciais.

De acordo com o município moitense e além da União de Freguesias da Baixa da Banheira e Vale da Amoreira, a autarquia apoia este projecto através do fornecimento de refeições aos participantes.

Acrescente-se que a referida Academia é “um projecto de educação não-formal orientado para a capacitação de jovens com elevado potencial de liderança”, provenientes de meios desafiantes ou que neles queiram trabalhar.

- PUB -

“Pretende-se acompanhar, facilitar, enriquecer e consolidar o desenvolvimento de cada participante enquanto líder ao serviço da comunidade”, através da promoção de competências humanas e técnicas relevantes para o seu percurso de vida.

Formar líderes capazes de promover a reconciliação

Em simultâneo, o evento convida a “uma viagem interior que desafia a forma como cada um se vê a si mesmo e se relaciona com os outros, tornando-se capaz de, como dizia Gandhi, lutar pela mudança que quer ver no mundo”, num projecto que ambiciona formar líderes servidores capazes de cuidar, escutar, confiar e promover a reconciliação, com a construção de pontes, promovendo sempre a dignidade humana.

Enquanto experiência comunitária, a Academia de Líderes Ubuntu assume-se como um projecto que valoriza a contribuição de cada participante, acolhe a riqueza da diversidade, reconhece e respeita “o valor de cada nova perspectiva e deixa-se inspirar pelo exemplo de outros”, reconhecendo o desejo partilhado de construir um mundo melhor e, ao mesmo tempo, fortalecendo a esperança e a motivação para assumir a responsabilidade na transformação das realidades onde cada um se sente chamado a intervir.

Comentários

- PUB -

Mais populares

Dez dias de música em vários palcos da cidade de Setúbal com os melhores sons e vozes

O festival arranca com Pedro Abrunhosa, atravessa vários artistas e termina com Cuca Roseta

Piscina na urbanização dos Fidalguinhos está quase a sair do papel

Obra de 3,5 milhões de euros já tem projecto e concurso pode avançar ainda este ano. Futuro equipamento terá capacidade para cerca de 700...

Igor Khashin e Yulia Khashina: “O nosso trabalho de 20 anos foi destruído num dia”

Casal russo que está no centro da polémica com o acolhimento de refugiados ucranianos em Setúbal responde a todas as perguntas
- PUB -