12 Agosto 2022, Sexta-feira
- PUB -
InícioSociedadeFátima Lopes apresenta romance no Auditório Augusto Cabrita

Fátima Lopes apresenta romance no Auditório Augusto Cabrita

Apresentadora de televisão dá palestra e divulga nova obra durante visita à sua terra natal

 

- PUB -

A conhecida apresentadora Fátima Lopes, natural do concelho do Barreiro, esteve no último domingo de passagem pelo Auditório Municipal Augusto Cabrita, num evento aberto ao público, para convidar a população local a conhecer o livro “Encontrei o Amor Onde Menos se Espera”, título do seu mais recente romance, lançado pela editora Planeta.

Com sete obras publicadas, Fátima Lopes traz-nos agora “uma história apaixonante e inspiradora acerca de uma mulher, em busca de um novo sentido para a vida”, numa publicação que promete “mudar a sua vida para sempre”.

A apresentadora conta no seu percurso com trabalho realizado como palestrante, nas áreas da motivação, empowerment e comunicação, em muito vocacionado para as empresas.

- PUB -

De regresso à sua terra natal, a apresentadora participou numa tarde especial e cheia de afectos e significado por ter ali as suas raízes, terra onde construiu grande parte das suas memórias.

A tarde foi preenchida por uma palestra motivacional e pela actuação do quarteto da Escola de Jazz do Barreiro, onde se destacou a participação de alunos e professores da Escola Secundária dos Casquilhos, estabelecimento onde Fátima Lopes concluiu o ensino secundário.

A obra apresentada remete-nos para a história de Sofia, que tinha como única certeza no seu coração, quando fechou a porta do carro, de que queria renascer. “Sentia-se cansada”, na sequência de “uma série de relações falhadas e dolorosas” e de “uma vida centrada no sucesso profissional”.

- PUB -

No entanto, a perda da avó e da mãe, o seu pilar, fizeram-na repensar o seu caminho. Aos 49 anos, a mulher “queria saborear a vida”, já que não tinha filhos, nem uma família a que chamasse sua. “Estava na altura de mudar”, de “respirar fundo, vencer o medo, encher o peito de coragem e partir em busca das suas raízes, de um novo caminho, da sua alegria interior”.

Sofia tem como destino o Alentejo onde, na casa dos avós, que agora lhe pertence, se depara com “uma casa degradada, a precisar de obras”.

Ainda assim, a mulher não baixa os braços e reconstrói a mesma, tijolo a tijolo, tal como vai reconstruindo a sua vida. Entre várias peripécias e um leque de personagens inspiradoras, que se cruzam no seu caminho, Sofia aprende “o valor do tempo, do aqui e agora, da entreajuda, da importância de cuidar um do outro, da amizade, [e] de gostarmos de nós próprios”.

Será nos campos a perder de vista e nas águas cintilantes do Alqueva, com um maravilhoso céu estrelado, que Sofia irá encontrar o verdadeiro amor: “o mais importante de todos, o amor próprio”, assim como “um outro amor que esteve sempre lá, onde ela menos esperava”.

Comentários

- PUB -

Mais populares

PSP de Setúbal sem meios para se deslocar a atropelamento em frente à esquadra

Acidente na Avenida Luísa Tody fez uma vítima de 88 anos

Hospital da Luz Setúbal confirma nova clínica no centro da cidade

Dr. José Ferreira Santos, director clínico do estabelecimento, confirma pólo adicional para aproximar clientes do centro hospitalar

João Martins: “Deixo uma casa com bom nome e reconhecida”

Criou, desenvolveu e consolidou a Escola Profissional do Montijo (EPM). Ao fim de 29 anos e uns pozinhos, o professor decidiu passar o testemunho
- PUB -